Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Penalidade escandalosa não é marcada por árbitro nas Eliminatórias da Concacaf

Fato aconteceu em partida onde o Suriname goleou Anguilla por 4 a 0

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Reprodução / YouTube

É fato que inúmeras situações no futebol, em faltas e pênaltis, geram discussões onde é difícil determinar a parte correta na análise. Porém, um lance que aconteceu nas Eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo de 2026, chamou a atenção nesse sentido.

No jogo entre Anguilla e Suriname, no último fim de semana, o atacante Aedan Scipio foi ajudar a defesa de Anguilla após um erro na saída de jogo. Entretanto, de maneira imprudente, ele acertou em cheio as costas de Tyrone Conraad dentro da área.

O lance, aos 13 minutos do primeiro tempo, aconteceu enquanto o árbitro do jogo (Hakkem Harvey) via a situação da altura da meia-lua. Inclusive, sem ter qualquer atleta ou contexto que denote uma visão encoberta. Porém, mesmo assim, a partida prosseguiu sem a marcação de pênalti, já que o embate no Raymond E. Guishard Technical Centre não tinha o recurso do Árbitro de Vídeo. O máximo que aconteceu, após a saída da bola, foi Conraad ser atendido no gramado, já que ele ficou caído em razão do violento choque com Scipio.

Publicidade

Felizmente, no aspecto do resultado, a situação não teve reflexo esportivo, pois o Suriname goleou por 4 a 0. Todavia, isso não impediu que o lance se tornasse viral nas redes sociais dado o caráter de grave erro cometido pelo árbitro natural de São Cristovão e Névis.

Modelo de disputa

Publicidade

Diante da ausência das sedes da próxima Copa do Mundo (Canadá, Estados Unidos e México), a disputa das Eliminatórias para o Mundial de 2026 tem o formato de 30 seleções divididas em seis grupos com cinco integrantes cada. Após quatro jogos, dentro do próprio grupo, os dois melhores de cada chave vão para a terceira fase onde, novamente, existe a divisão por grupos.

Nesse estágio, serão três chaves, compostas por quatro seleções cada, se enfrentando em seis rodadas onde todos jogam três partidas como mandante e três como visitante. No fim, o líder de cada grupo está diretamente na próxima Copa enquanto os dois melhores segundos colocados vão para a represcagem com outra confederação.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.