Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Pela Libertadores, Always Ready atropela Sporting Cristal na Bolívia

No segundo tempo, representação boliviana construiu excelente triunfo em seus domínios

Jogada 10|

Foto: Aizar Raldes/AFP via Getty Images
Foto: Aizar Raldes/AFP via Getty Images Foto: Aizar Raldes/AFP via Getty Images (Jogada 10)

O Always Ready foi impiedoso diante do Sporting Cristal, pela segunda fase eliminatória da Libertadores. Sobrando no segundo tempo, a equipe esbanjou eficiência e construiuum portentoso marcador de 6 a 1 no Estádio El Alto, na Bolívia. Dessa forma, os bolivianos podem até perder por dois gols de diferença, no próximo dia 27 de fevereiro, que estará na próxima etapa do torneio continental.

No início, os bolivianos apostavam bastante nos chutes de média distância para explorar a altitude de mais de quatro mil metros. Entretanto, foi dentro da área que os donos da casa conseguiram sair na frente aos 14 minutos. Após bom passe de Darlin Rodríguez, o brasileiro Wesley Tanque dominou e chutou forte, cruzado, superando o goleiro Renato Solis.

Com notória superioridade do Always Ready, o Cristal só tinha alguma chance no ataque quando a pelota chegava em Martín Cauteruccio. E foi justamente o camisa 9 que deixou tudo igual aos 44 minutos. Após pênalti sofrido por Santiago González, Cauteruccio mostrou tranquilidade e colocou bola de um lado, Alain Baroja do outro.

Letal

Logo após a volta do intervalo, o clube da Bolívia se colocou novamente em vantagem no marcador. Aos três minutos, Wesley Tanque ajeitou de peito para Dorny Romero dentro da área. Assim, o dominicano dominou e finalizou rapidamente, estufando as redes de Solis. Seis minutos depois, o que já era bom ficou ainda melhor para os anfitriões por conta de outro brasileiro, Robson Matheus. Na ponta direita do ataque, o meio-campista ajeitou para a perna esquerda e soltou uma bomba, mandando no ângulo da meta peruana.

Continua após a publicidade

Uma dose de sorte também foi necessária para o Always Ready aumentar a conta. Na intermediária ofensiva, Héctor Cuellar bateu em gol e contou com desvio na zaga que tirou totalmente Renato Solis do lance. Por fim, Romero (em cobrança de pênalti) e Moisés Paniagua transformaram o triunfo em goleada histórica.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.