Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Pedrinho abriu mão de dívida do Vasco após se tornar presidente

Mandatário e seus advogados renunciaram ao eventual crédito e abriram mão do valor e solicitaram a extinção da execução

Jogada 10|

  - Foto: Reprodução/Instagram
  - Foto: Reprodução/Instagram   - Foto: Reprodução/Instagram (Jogada 10)

Durante a entrevista coletiva da quarta-feira (27), o presidente do Vasco, Pedrinho, revelou que renunciou a uma dívida que o clube tinha com ele depois de ser eleito. Ao longo da conversa com os jornalistas, o mandatário esclareceu diversas questões sobre o trabalho à frente do clube. Entre elas, a relação com a 777 Partners, dona da SAF cruz-maltina, e a sequência da obra de São Januário.

“Abri mão devido ao estado do clube”, explicou.

Revelado nas divisões de base do clube, o ex-jogador processou o clube em 2009 e cobrava valores relacionados à rápida passagem no ano anterior. Na época, aliás, chegou vindo do Al Ain, dos Emirados Árabes, e ficou três meses no Cruz-Maltino em oito partidas.

Depois do clube entrar no Regime Centralizado de Execuções (RCE), Pedrinho entrou na fila de credores em março de 2022, com o valor de R$ 1.245.903,97 para receber, segundo o portal ‘ge’. Naquele momento, o Vasco quitou o débito com o pagamento de quatro parcelas.

Publicidade

– 24/03/2023 recebeu R$ 551.986,23

– 19/04/2023 recebeu R$ 185.736,27

Publicidade

– 26/05/2023 recebeu R$ 402.032,25

– 27/07/2023 recebeu R$ 106.149,22

Publicidade

Extinção da execução cruz-maltina

O atual presidente pediu à Justiça a ausência de juros e correção monetária em cima do valor da dívida. O cálculo atualizado, portanto, foi anexado ao processo em dezembro de 2023, e o clube precisava pagar mais R$ 54.170,15. 

Por fim, no dia 27 de fevereiro, Pedrinho e seus advogados renunciaram ao eventual crédito e abriram mão do valor. O mandatário, então, solicitou a extinção da execução.

Publicidade

Na coletiva da última quarta (27), Pedrinho confirmou, então, que nomeará Paulo Salomão, primeiro vice-presidente de sua chapa. O presidente revelou que nunca prometeu a cadeira a Julio Brant, seu ex-companheiro de Sempre Vasco (chapa que venceu as eleições de 2023).

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.