Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Partida entre Palestino e Flamengo será disputada em Coquimbo, a 461,7km de Santiago

Veja as características do Estádio Francisco Sánchez Rumoroso e conheça detalhes da cultura de Coquimbo

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Divulgação / Governo do Chile

Por conta das más condições do gramado do Estádio de La Cisterna, em Santiago, o Palestino não poderá mandar a sua partida contra o Flamengo, no dia 7 de maio, em sua casa. Dessa forma, a Conmebol confirmou que o confronto será no Estádio Francisco Sánchez Rumoroso, em Coquimbo. A cidade fica a 461,7km de Santiago, capital capital chilena.

Com grama natural, o estádio tem capacidade para receber cerca de 18 mil torcedores.

Curiosidades do Estádio Francisco Sánchez Rumoroso

Publicidade

Com fundação em 1970, o Estádio Francisco Sánchez Rumoroso costuma receber, constantemente, jogos do Coquimbo Unido, que disputa a elite do campeonato nacional. As cadeiras do estádio, aliás, levam as cores da equipe.

Em 2007 ele precisou se adequar aos padrões FIFA, já que foi selecionado como uma das sedes da Copa do Mundo de Futebol Feminino Sub-20 do ano seguinte.

Publicidade

Formato do estádio

Por ficar localizado em uma cidade litorânea, Coquimbo conta com um famoso porto. Assim, quando o estádio foi construído, chegou-se a uma decisão de que ele teria o formato de um navio. Além disso, a cidade conta com a tradição de piratas. Os torcedores do Coquimbo Unido, aliás, chamam-se de Piratas.

O setor de turismo, inclusive, utiliza das lendas de piratas e tesouros escondidos para atrair visitantes.

Jogo suspenso por protesto da torcida contra o governo

Em 2017, o confronto entre Coquimbo Unido e Audax Italiano foi paralisado aos 17 minutos do primeiro tempo por conta da invasão de torcedores no gramado. Esses, no entanto, não estavam protestando contra um dos times, mas sim contra o governo local. Assim, na ocasião, câmeras de emissoras e até mesmo o monitor do VAR foram alvos dos homens, que em sua maioria estavam com os rostos cobertos, segurando sinalizadores e gritando: “ruas com sangue, campos sem futebol”.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.