Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Paparazzi é condenado a prisão por ‘perseguir’ namorada de Piqué

O ex-jogador do Barcelona Gerar Piqué, a namorada dele Clara Chía e o paparazzi Jordi Martín estão envolvidos em uma guerra judicial...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Reprodução/Instagram

Um juiz de Barcelona condenou o paparazzi Jordi Martín por assédio e lesões contra Clara Chía, namorada de Gerard Piqué e pivô da separação do ídolo do Barça com a cantora Shakira. Aliás, a decisão é histórica na Espanha, sendo a primeira vez que um fotógrafo é condenado por assédio. A informação é do “AS”.

A sentença, emitida pelo magistrado Jaume García Mendaza, do Juízo Penal 14 de Barcelona, afirmou que Martín agiu de forma “intimidadora” e “assediadora” contra Clara Chía, com um incidente específico em fevereiro, quando a jovem chamou a polícia para apresentar uma queixa de assédio.

Martín foi proibido de se aproximar a menos de 400 metros de Clara Chía e de falar com ela por um ano e meio. Ele também foi condenado a pagar uma indenização de 10 mil euros pelos danos psicológicos causados e mais 3 mil euros pelas despesas médicas.

O paparazzi ainda pode recorrer da sentença e não será preso devido à curta duração das penas. Contudo, a decisão destacou que Martín tornou a vida de Clara insuportável por dez meses, forçando-a a mudar sua rotina e deixar o emprego temporariamente.

Publicidade

Paparazzi tinha sido absolvido em outro julgamento

No dia 17 de junho, um outro julgamento no Ministério Público da Espanha tinha absolvido o fotógrafo que publicou fotos do relacionamento da jovem, de 25 anos, com o ex-jogador em meio aos rumores de traição enquanto ele ainda estava casado com Shakira.

Publicidade

Clara Chía deixou o tribunal aos prantos e muito revoltada com a decisão da promotoria. Logo após, ainda de acordo com o site ‘BC’, a jovem passou a responsabilizar Shakira pelo apoio dado ao paparazzo no processo.

O paparazzi, na ocasião, demonstrou plena convicção na absolvição do caso. Aliás, po profissional foi às redes sociais para celebrar o desfecho e enfatizar o ”ódio” recebido pelo ex-jogador durante todo processo.

Publicidade

“Hoje encontrei-me novamente num tribunal com Gerard Piqué e Clara Chia. Primeiramente, um dia muito intenso. Pude confirmar o ódio que o Sr. Piqué sente por mim por ter tirado a primeira fotografia do seu relacionamento com Clara e, além disso, pelo meu carinho e amor pela Shakira e toda sua família. Fico com sentimento muito positivo depois de ouvir a avaliação do Ministério Público solicitando minha absolvição gratuita”, escreveu Martin em seu perfil no Instagram, na ocasião.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.