Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Palmeiras é executado por calotes em impostos da Prefeitura

Governo de São Paulo cobra R$108,4 milhões do Verdão de impostos que não foram pagos entre 2015 e 2018

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Dívida seria anterior ao mandato de Leila Pereira (CESAR GRECO)

A Prefeitura de São Paulo entrou com uma ação de execução contra o Palmeiras, na última quinta-feira (23), por conta de calotes em impostos. Ao todo, o Governo cobra R$ 108,4 milhões do Verdão. A informação foi divulgada primeiramente pelo Blog do Paulinho.

Nas dívidas ativas do município, consta que o Palmeiras tem uma pendência de R$ 86,1 milhões a serem pagos para o governo. Os impostos cobrados compreendem os períodos entre 2015 e 2018. Na época, o Verdão estava sendo presidido por Paulo Nobre e Maurício Galliotte. Ou seja, antes do mandato de Leila Pereira.

Contudo, esta não é a primeira ação que o Governo cobra do Palmeiras. No começo do mês, a Prefeitura de São Paulo já havia cobrado R$ 22,3 milhões do clube, também em ISS, dos períodos entre 2010 e 2014. Assim, o total da dívida do Verdão salvo outros calotes em impostos desconhecidos, atinge R$ 108,4 milhões.

Por fim, o Palmeiras ainda não se manifestou sobre o assunto. O certo é que Leila Pereira e sua diretoria vão se reunir nos próximos dias para chegar em uma solução para acertar esta dívida com a Prefeitura.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.