Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Palmeiras coloca exigência para vender Estêvão ao Chelsea

Palmeiras aceitou os valores propostos pelo clube inglês na negociação, mas quer a joia na disputa do Super Mundial de Clubes, em 2025...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

O Chelsea vem mantendo contatos frequentes com o Palmeiras e o staff de Estêvão para a contratação do jovem jogador, de apenas 17 anos. Apesar dos robustos valores, o Verdão busca sair da negociação da melhor forma possível. E impôs uma condição para negociar o atleta: que ele atue no Super Mundial de 2025.

Por ter apenas 17 anos, ele só pode se transferir para um clube do exterior quando fizer 18. Contudo, ele só completará a maioridade em abril de 2025, período no qual a janela estará fechada para os europeus. Assim, só poderia se apresentar e jogar pelo Chelsea a partir de junho.

É justamente por conta desse período que entra a exigência do Palmeiras. O Super Mundial de Clubes está previsto para ocorrer de 15 de junho a 13 de julho e terá 32 clubes. Assim, o Verdão quer contar com todos os seus jogadores na competição, e isso inclui, claro, Estêvão.

Publicidade

O Palmeiras é um dos cabeças-de-chave do Mundial, que terá clubes como Manchester City, Real Madrid, Bayern de Munique, PSG e o próprio Chelsea, além dos brasileiros Flamengo e Fluminense.

Estêvão tem dez jogos pelo Verdão em 2024, com três gols marcados. O técnico Abel Ferreira falou, recentemente, que conta com o jogador e pediu à diretoria que não o negocie.

Publicidade

“Falem do miúdo Estêvão, que é um… Não vou dizer aqui o que eu penso. Vou pedir à Leila para não o vender, não vendam esse jogador! O pai, o empresário e ele vão ficar tristes. Deixe ele ficar com a gente até 2027. Acho mesmo que esse jogador é diferente de tudo que eu já vi. Defende, ataca, se mostra para o jogo. Falem disso”, afirmou o treinador português.

Palmeiras aceita valor exorbitante por Estêvão

Publicidade

Apesar do desejo de Abel Ferreira, na última sexta-feira, o clube aceitou a última oferta do Chelsea no valor de 65 milhões de euros (R$ 360,6 milhões na cotação atual), segundo o jornalista César Luis Merlo, especializado em transferências.

Os ingleses, contudo, mudaram os termos da proposta pelo canhoto. Assim, ofereceram 55 milhões de euros fixos (por volta de R$ 306 milhões), com mais 10 milhões de euros em metas (R$ 55 milhões), além de arcar com os impostos da negociação.

Caso a negociação seja concretizada, esta será a maior venda da história do Palmeiras e também de um jogador da América do Sul para a Europa.

O clube alviverde tinha o desejo de renovar o contrato da joia e ampliar o valor da multa rescisória, para em um futuro próximo, receber outras propostas pelo jovem.

Na oferta inicial, o Chelsea também apontou com 65 milhões de euros, porém 45 milhões de euros fixos e 20 milhões em metas, além dos impostos.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.