Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Pacheco vê Vasco nervoso contra o Juventude

Treinador chega a três derrotas em quatro jogos pelo Vasco e briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Leandro Amorim/Vasco Leandro Amorim

O treinador português Álvaro Pacheco citou o nervosismo como fundamental para a derrota do Vasco por 2 a 0 sobre o Juventude, nesta quarta-feira (19), no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). Após o revés, ele opinou sobre a partida:

“Foi um jogo em que entramos nervosos, penso que não tivemos a capacidade nos primeiros 30 minutos de controlar o jogo, deixamos muitos espaços para nosso adversários. Depois, aí sim, conseguimos equilibrar. Acabamos o primeiro tempo dentro do jogo, conversamos no intervalo. Entramos muito bem na segunda parte, controlando os espaços. No melhor momento do Vasco, sofremos o gol. É do momento da equipe, isso nos deu intranquilidade. O gol nos afetou”, começou Pacheco.

O comandante completou quatro jogos no comando do Vasco. Neste período, o Cruz-Maltino somou apenas um pontos, sofreu dez gols e marcou apenas, o que já gera uma enxurrada de críticas nas redes sociais. Pacheco, porém, reforça que não falta desejo de vitória.

“Meus jogadores foram em busca do resultado, mas não da forma correta, faltou o jogo posicional. Tivemos algumas decisões precipitadas, mas mesmo assim tivemos a oportunidade de fazer o gol de empate. E no último minuto sofremos o segundo gol. É um momento complicado, mas temos que continuar trabalhando para estarmos mais preparados no próximo jogo. Não posso desistir e nem duvidar das minhas capacidades. Estamos passando por um momento que não queríamos, mas temos que trabalhar e focar”, completou Pacheco.

Panorama no Brasileirão

Apesar de mais um tropeço, o Vasco segue fora da zona de rebaixamento no Brasileirão. No entanto, a situação é delicada, afinal, o Cruz-Maltino é o 16º, com sete pontos. Abaixo do time de Pacheco encontram-se apenas Corinthians (7), Grêmio, Fluminense e Vitória (6). Do quarteto, aliás, o Tricolor e o Rubro-Negro têm jogos a menos.

O Cruz-Maltino, inclusive, tem a pior defesa do Brasileirão, com 21 gols sofridos.  Nessa tentativa de se recuperar, o time de Álaro Pacheco agora recebe o São Paulo, no próximo sábado (22), às 21h30, em São Januário.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.