Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Na Venezuela, Caracas e Rosario Central ficam no empate

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto:

Na abertura da terceira rodada da fase de grupos da Libertadores, Caracas e Rosario Central empataram em 1 a 1. O marcador, constituído no Estádio Olímpico de la UCV, foi benéfico para equipes como Atlético-MG e Peñarol, outros integrantes do Grupo G da competição. Agora, o Galo segue como líder da chave, com seis pontos, enquanto os argentinos vão a quatro unidades. Os uruguaios estão em terceiro, com três, e o Caracas ocupa a lanterna, com somente um ponto em nove disputados.

No aspecto da posse de bola, inegavelmente, o Rosario era o ator principal do confronto em solo venezuelano. Todavia, essa posse pouco se traduzia em chances de real perigo, já que o arqueiro Wuilker Faríñez só teve trabalho no chute forte de Lautaro Giaccone.

Desse modo, o Caracas foi gradualmente tendo condições de explorar os espaços deixados pelo clube argentino na base do contra-ataque. E foi em uma dessas escapadas que Edwuin Pernía recebeu de Danny Pérez, ganhou na velocidade de Carlos Quintana e bateu por baixo das pernas do goleiro rosarino. Placar aberto aos 25 minutos de jogo.

Publicidade

Os visitantes bem que tentaram demonstrar poder de reação, mas seguiram esbarrando na dificuldade em estabelecer linhas de passe para furar o forte bloqueio formado pelo Caracas. Algo que, naturalmente, conduziu a primeira etapa para uma vitória parcial da representação venezuelana.

O panorama do jogo no Olímpico de la UCV não mostrou grande mudança no segundo tempo. Ou seja, o Rosario Central seguia tendo mais o controle da pelota enquanto a equipe da capital da Venezuela preenchia espaços e observava chances de sair na base da velocidade.

Publicidade

Porém, a diferença do embate começou a aparecer quando os Canallas passaram a finalizar mais vezes contra a meta de Faríñez. Foi com essa crescente que, aos 22 minutos, Jonatan Gómez achou excelente passe em profundidade para Agustín Módica. Cara a cara com o goleiro do Caracas, o centroavante que veio do banco de reservas bateu rasteiro, no canto esquerdo, igualando o marcador.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.