Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Mudança no Atlético para Libra gera crise interna e quase renúncia

O presidente da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do América, Marcus Salum, afirmou que Sérgio Coelho, mandatário do Atlético, quase...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Jogada10
Jogada10

Salum conta que tem muita abertura no Atlético e garante que o rival de Belo Horizonte chegou a enfrentar problemas políticos internos. Nesta semana, aliás, Coelho chegou a pedir desculpas à LFF por abandonar o bloco e migrar para o Libra. 

“Eles (Atlético) têm problemas internos, percebi quais são. Mas quem, com uma amizade que eu tenho com todas as pessoas do Atlético, sou eu para expor isso publicamente, eu não sei se é verdade? Tenho a minha convicção que eles estão dourando uma pílula para tomar uma decisão que é esdruxula, tanto é que o Sérgio Coelho quase renunciou por causa dessa decisão”, contou Salum, em entrevista ao podcast “Sou Deca”.

‘Atlético achou forma de falar bonito’

O Atlético, aliás, foi um dos fundadores do LFF e chegou a criticar publicamente a Libra por causa dos privilégios oferecidos a Flamengo e Corinthians. A decisão em fechar com a Libra está diretamente ligada ao BTG Pactual. O banco emprestou dinheiro ao clube mineiro e tem cerca de R$ 168 milhões a receber do Galo, conforme o balanço financeiro alvinegro. Além disso, o BTG também alinhou uma parceria financeira na futura SAF do clube.

“Por que o Atlético caminhou para a Libra? O Galo achou uma forma de falar bonito o que ele precisava fazer. Muita coisa mudou, eu fui chamado no Atlético um dia para que me fosse explicado que os critérios estavam próximos (entre as duas propostas). Não estavam próximos. Os critérios só vão ficar próximos se a Libra aumentar o dobro, aí vão ficar próximos. Isso está errado”, completou Salum.

Publicidade

LFF x Libra

Na Libra, os clubes podem manter 100% das receitas ou vender 12,5% para o fundo de investimento Mubadala, ligado ao governo dos Emirados Árabes. Na situação do Atlético, os 12,5% valem R$ 99 milhões à vista. Na LFF, a proposta dos investidores Serengeti + LCP, para o Atlético: R$ 217 milhões, parcelados em três pagamentos, por 20%.

Publicidade

A principal diferença entre os dois blocos é que o investidor da Libra (Mubadala) aceitou comprar 12,5% da participação de cada clube por 50 anos. Por outro lado, os investidores da LFF vão fazer aquisição de 20% de cada associado, pelo mesmo período.

Tanto a LFF quanto a Libra são movimentos de clubes insatisfeitos com a administração da CBF do Brasileirão. Enquanto as instituições buscam um acordo, se concentram na competição organizada pela Confederação Brasileira de Futebol.

Publicidade

Confira o pedido de desculpas do presidente do Atlético:

“Bom dia! Neste final de semana conversei com Fred, Gamboa e Guilherme Ávila para esclarecer algumas dúvidas que eu tinha. O objetivo foi me parar para um vídeo que nosso colegiado fez ontem à noite, nos reunimos para decidir se continuaríamos na LFF ou se iríamos para a Libra. Depois de um debate longo ficou decidido que o Galo vai ser associar à Libra. Me resta humildemente pedir a vocês compreensão e desculpas. Deixá-los é um motivo de muita tristeza para mim, disso vocês não tenham dúvida. Espero muito encontrar uma saída para que os 40 clubes num futuro próximo estejam juntos pelo bem do futebol brasileiro. Vou ficar imensamente feliz em estar ao lado de vocês novamente, os quais os tenho como amigos. Peço licença a todos para sair dos grupos. Abraço e desde já obrigado pela compreensão”

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

"

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.