Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Médico diz que zagueiro do Valencia sofreu lesão mais grave possível

Tchouaméni caiu em cima da perna de Diakhaby, que se preparava para afastar a bola; peso fez com que o joelho do jogador dobrasse para...

Jogada 10|

Foto: Jose Jordan/AFP via Getty Images
Foto: Jose Jordan/AFP via Getty Images Foto: Jose Jordan/AFP via Getty Images (Jogada 10)

A lesão do zagueiro Mouctar Diakhaby deixou em choque todos que acompanhavam a partida entre Valencia e Real Madrid, no último sábado (2), pela 27ª rodada do Campeonato Espanhol. Os especialistas na área, inclusive.

O Valencia informou, aliás, que o defensor sofreu uma luxação no joelho direito ao disputar bola com Tchouaméni na primeira etapa. Diakhaby continua passando por exames no hospital.

O doutor Enrique Gastaldi, diretor do serviço de traumatologia esportiva, enfatizou a gravidade da lesão e não comunicou prazo para volta aos gramados. A imprensa espanhola chegou a afirmar que o jogador poderia ficar ausente de nove a 12 meses.

“Essa é a lesão mais grave que alguém poderia sofrer. Afinal, quando o joelho se desloca, o osso sai do lugar. Isso significa, portanto, romper os ligamentos e, uma vez rompidos, devemos descartar uma lesão vascular. Isso porque pode romper alguma artéria. A prioridade, portanto, é que volte a andar”, disse Gastaldi ao SER Deportivos Valencia.

Publicidade

Leia mais notícias sobre Futebol Internacional

Diakhaby se machucou quando Tchouaméni, sem querer, caiu em cima da perna do defensor, que se projetava para afastar a bola. Com o peso, o joelho dobrou para dentro.

Publicidade

Aos 27 anos, o zagueiro, revelado pelo Lyon, está no Valencia desde a temporada 2018-2019. Soma, portanto, mais de 150 jogos pelo clube espanhol.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.