Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mbappé deve ter prejuízo de quase meio bilhão com saída do PSG

Astro francês fez seu último jogo pelo Paris Saint-Germain na final da Copa da França e os últimos meses da relação foram repletas...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Nicolas Tucat/AFP via Getty Images

A relação entre Mbappé e PSG chegou ao fim, no último sábado (25), exatamente na final da Copa da França contra o Lyon. A despedida do astro teve direito a título, mas no geral o saldo é negativo. Afinal, tanto o clube como o jogador seguem em disputa fora de campo. No caso, questões econômicas. Segundo o jornal francês “L’Equipe”, o atacante sofreu prejuízo de 80 milhões de euros (o equivalente a R$ 450 milhões na cotação atual).

Tal quantia indica o não recebimento do seu salário de abril e mais um bônus em contrato que deveria ser pago em fevereiro. Os atritos entre clube e Mbappé, aliás, começaram no segundo mês do ano. Exatamente quando o atacante confirmou a sua saída ao final da temporada e do seu vínculo.

Assim, os advogados tanto do jogador como do Paris Saint-Germain buscam uma solução para este cenário internamente. Há o desejo que o astro cobre o pagamento dos seu vencimento e de metas em contrato, que são seus de direito.

Publicidade

“Com o acordo que fechei com o presidente (Nasser al-Khelaïfi) neste verão, a minha decisão (sobre sair ou não) pouco importa. Conseguimos proteger todas as partes e preservar a tranquilidade do clube diante dos desafios que temos pela frente”, detalhou Mbappé.

Novo destino de Mbappé ainda é uma incógnita

Publicidade

No atual cenário, o atacante ainda está sem clube e a expectativa é a de que haja um anúncio sobre o seu futuro nas próximas semanas. Mesmo ainda oficialmente sendo uma incógnita, de acordo com a imprensa espanhola e francesa, o seu destino é o Real Madrid. Por sinal, os Galácticos tentam a sua contratação desde 2021.

No Paris Saint-Germain, Mbappé atuou em 308 partidas e marcou 256 gols durante sete temporadas. Neste período, ele conquistou 18 títulos e se tornou o maior artilheiro da história da equipe.

Publicidade

O investimento bilionário do Qatar almejava o protagonismo mundial e ficou próximo disso. Afinal, ao lado de Neymar, o atacante francês levou o Paris Saint-Germain à final da Liga dos Campeões da temporada 20/21. Porém, perdeu para o Bayern de Munique por 1 a 0.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook .

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.