Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Mauricio indica que tem Veiga como referência no Palmeiras: ‘Inspiração’

Em sua apresentação no Alviverde, meio-campista comentou sobre adaptação, oferta anterior e relação com Endrick

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Reprodução/Youtube Canal TV Palmeiras

O Palmeiras se movimenta no mercado para a segunda janela de 2024 de maneira pontual. Até o momento, o clube fechou a contratação de três reforços. Um deles foi apresentado como jogador do Alviverde na Academia de Futebol nesta segunda-feira (08). Trata-se do meio-campista Mauricio, que usará a camisa 18.

O atleta, de 23 anos, indicou que tem um companheiro como espelho em sua chegada ao Verdão. Afinal, segundo ele, o meia Raphael Veiga tem alguns aspectos semelhantes. Bem como pela trajetória que já construiu na equipe.

“O Veiga é uma inspiração para mim pela história que tem aqui e tudo que representa e pelas caraterísticas de jogo dele. Tem coisas parecidas e outras não. Todos estão aqui pra agregar, ajudar. Sabemos que é um elenco que todo mundo resolve, essa é a força do Palmeiras, e espero ajudar com minhas características”, esclareceu Mauricio.

Publicidade

Adaptação ao Palmeiras

Outro tema questionado foi a respeito de processo de adaptação ao Alviverde. Assim, o meio-campista afirmou que sua chegada foi bastante positiva com relação à receptividade dos novos companheiros. Ele admitiu, aliás, que a estrutura do clube, elenco qualificado e a comissão técnica foram diferenciais para aceitar a proposta.

Publicidade

“Queria agradecer a todos pela recepção. Estou feliz e motivado. Tive uma recepção muito boa da família Palmeiras. Feliz e honrado. Quando teve a proposta do Palmeiras, o projeto que foi mostrado, pela estrutura, pelo elenco, comissão que tem, chama muito a atenção. No Inter eu me sentia muito bem, jogando bastante, sendo titular, mas aqui é um desafio importante pra mim. Quero me adaptar o mais rápido possível, é trabalhar, sempre fui esse atleta, e vou ter minha oportunidade”, acrescentou o novo camisa 18 do Alviverde.

Oferta anterior do Alviverde

Ao ser perguntado sobre uma oferta anterior do Verdão em janeiro, Mauricio revelou apenas que houve um interesse.

“É tudo no momento certo. Você quer as coisas de um jeito, mas acredito no tempo de Deus. No começo do ano teve esse interesse, mas as coisas não andaram. Trabalhei no Inter da melhor forma possível. Sem deixar minha cabeça desvirtuada por outras questões. Depois entendi que agora era o momento certo”, detalhou o meio-campista.

Peso de ser a segunda contratação mais cara da história do Palmeiras

Para tirar Mauricio do Inter, o Verdão desembolsou 7 milhões de euros (cerca de R$ 41,1 milhões na cotação atual) por 50% dos seus direitos econômicos. Assim, tornou-se a segunda contratação mais cara da história do clube paulista. Com relação a este cenário, o jogador disse que evita se apegar a este peso e busca provar em campo que valeu o investimento.

“Fico tranquilo em relação a isso. O que pesa é corresponder à altura do Palmeiras. Independente do jogador ou valor que ele foi contratado, você tem que mostrar dentro de campo e honrar as cores que veste. Sei da responsabilidade que é jogar aqui e estou ansioso para entrar em campo”, apontou o atleta.

Posteriormente, sobre o desejo do Colorado de manter o meio-campista, Mauricio acredita que o prejuízo financeiro causado pelas enchentes que atingiram o estado gaúcho foi essencial para o clube topar vendê-lo.

“É difícil cravar situações assim. No começo do ano, o Inter estava em uma situação completamente diferente de agora, teve a tragédia das enchentes que ninguém teve controle. Isso interferiu talvez no presidente para buscar recursos. Quando chegou a proposta, fiquei feliz e honrado, estou feliz em estar aqui”, explicou Mauricio.

Amizade com Endrick

Mesmo que não seja mais jogador do Palmeiras, Endrick ainda é tema no clube, já que Mauricio respondeu sobre sua relação com o jovem atacante, um dos protagonistas do título brasileiro no ano passado.

“O Endrick é um jogador que tem uma qualidade fantástica. Ele com 17 anos vai para o Real Madrid, tá na seleção principal. É o presente e o futuro do nosso país. Fico feliz pela trajetória dele que está seguindo. Ele ficou bravo comigo por não ter chegado a tempo de jogar com ele. É uma amizade especial e desejo toda a sorte do mundo para ele”, complementou.

Os dois ficaram mais próximos durante a disputa do torneio pré-olímpico, que ocorreu em fevereiro deste ano, na Venezuela. Ambos foram convocados pelo técnico Ramon Menezes. O Brasil até chegou ao quadrangular final da competição, mas não conseguiu uma das duas vaga para as Olimpíadas, já que ficou apenas na terceira colocação.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook .

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.