Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Marquinhos comenta duelo contra Paraguai e pede apoio da torcida

Zagueiro analisa partida contra Paraguai e acredita em recuperação da Seleção

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Rafael Ribeiro/CBF

Durante entrevista coletiva nesta quinta-feira (27), o zagueiro Marquinhos fez uma análise sobre a partida contra o Paraguai, adversário do Brasil nesta sexta-feira (28), pela segunda rodada da Copa América. Em Las Vegas, a equipe de Dorival Júnior buscará sua primeira vitória na competição.

“Cada jogo tem sua história, seu aspecto, duas estratégias, jogando com uma seleção diferente. Não dá para prever como será (o jogo contra o Paraguai), dá para ter uma ideia mais ou menos, já enfrentamos muitas vezes, uma equipe aguerrida, que defende bem, mas que cada vez mais tem essa qualidade para nos botar em perigo. Temos que ter cuidado, como tivemos contra a Costa Rica”, afirmou o zagueiro do PSG.

“É trazer as coisas boas que fizemos, se eles tiverem uma postura diferente, estaremos prontos. E melhorar o que fizemos contra a Costa Rica”, completou.

Marquinhos, um dos jogadores mais experientes do grupo, elogiou o trabalho de Dorival Júnior à frente da Seleção e disse estar confiante no sucesso da equipe na Copa América. O jogador do Paris Saint-Germain pediu calma e paciência com o trabalho da Seleção.

Publicidade

“Todos os treinadores têm uma estratégia. É continuar sempre o caminho, o Dorival tem sempre nos mostrado melhorias. Foi o meu segundo jogo com ele e já deu para perceber algumas coisas que ele quer, que ele gosta”, disse o zagueiro de 30 anos.

“Esses dois dias foram bem produtivos para nós. É muito importante a nossa atitude e o nosso progresso naquilo que vamos fazer em campo”, acrescentou.

Publicidade

Marquinhos faz pedido aos torcedores

Publicidade

“Aproveito para pedir que todos os brasileiros, todos que torcem pela Seleção, continuem nos apoiando, com a mesma fé na gente. Dessa forma, acho muito importante a energia, a torcida, saber que tem muitas pessoas que nos querem vencendo em campo”, pediu o zagueiro, que estreou na Seleção em 2013.

“Nós jogadores sabemos que podemos melhorar do último jogo, houve frustração, a gente viu no vestiário pelo resultado, mas sendo claro e sinceros, houve coisas boas, aspectos que a gente trabalhou e melhorou, é levar as coisas boas, melhorar o que se pode melhorar. Mas, esse é o caminho para voltar às vitórias, o grupo ganhando força, ganhando peso e entrosamento com as mudanças que aconteceram pós-Copa. Ou seja, tudo vai se encaminhar, dará certo, e o torcedor terá cada vez mais alegria com a Seleção”.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.