Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Manchester United bate City e é campeão da Copa Inglaterra

Red Devils abrem 2 a 0 no primeiro tempo. Na etapa final, levam gol, mas seguram a pressão do City. Ficam com o caneco e uma vaga à...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

FBL-ENG-FA CUP-MAN CITY-MAN UTD Foto: Justin Tallis/AFP via Getty Images (JUSTIN TALLIS/AFP via Getty Images)

Festa para a torcida do Manchester United.  Neste sábado, 25/5, o time enfrentou o Manchester City na final da Copa da Inglaterra, no estádio de Wembley lotado. Fez um grande jogo e não tomou conhecimento do favoritismo do atual tetracampeão inglês, vencendo por 2 a 1. Assim, celebra o título e salva temporada ruim: terminou em oitavo na Premier League (pior campanha em 30 anos) e garantiu presença em competição europeia: a Liga Europa. De quebra foi à forra. Afinal, os times decidiram a Copa da Inglaterra na temporada passada e o City foi o campeão.  Garnacho e Mainoo marcaram para os campeões. Doku descontou no fim.

O United chega, assim, ao 13º caneco de Copa da Inglaterra. Afinal, ganhou também em 1909, 1948, 1963, 1977, 1983, 1985, 1990, 1994, 1996, 1999, 2004 e 2016.  Apenas o Arsenal (14 tpitulo) o supera. O City, campeão na temporada passada, tem sete: 1904, 1934, 1956, 1969, 2011, 2019 e 2023. Com a conquista do United e sua vaga na Liga Europa, o Newcastle (sétimo colocado) perde a vaga na Conference League (que fica com o sexto colcado Chelsea).

Veja aqui os  jogos da Copa da Inglaterra

United surpreende no primeiro tempo

Publicidade

O United entrou sem Casemiro. Ele seria reserva, mas nem no banco ficou. Começou o jogo e o City, logo aos 30 segundos, reclamou de um pênalti de Lisandro Martínez em Haaland. Pareceu falta, mas nem o juiz nem o VAR consideraram empurrão no norueguês, para reclamação geral do pessoal do City e de Guardiola. Mas a verdade é que tirando este lance, o City, tocando muito a bola, não se aproximava do gol de Onana. Tanto que quase não finalizou a gol. Para se ter ideia, o primeiro chute na direção do gol foi aos 36 minutos.  Naquela altura, o  Manchester United. bem mais  objetivo, mesmo com menor posse, já vencia por 1 a 0.

O gol saiu num erro duplo do goleiro Ortega e de Gvardiol, aos 29. Dalot, num lançamento da sua intermediária, tentou achar Garnacho. Na disputa, Gvardiol chegou na frente e atrasou de cabeça para Ortega. Mas não observou que o goleiro saiu para tentar cortar a bola, Assim, o encobriu. Garnacho, que vinha na corrida, agradeceu e tocou para o gol vazio.  O City, sem se encontrar no ataque, levou outro contra-ataque aos 39. Após rápida troca de passes envolvendo cinco jogadores, Bruno Fernandes tocou para Mainoo fazer 2 a 0. E ficou barato, pois entre um gol e outro, o United teve outro anulado, de Rashford.

Publicidade

City diminui no fim, mas título é do rival

Guardiola voltou com Doku na vaga de Kovacic, aumentando o poder de fogo do ataque. Assim, o City ficou em cima. E pressionando ainda mais depois da entrada de Álvarez, na vaga de De Bruyne. A pressão era total. Haaland madou uma na trave. Walker chutou para grande defesa de Onana e Álvarez quase na entrada da pequena área, chutou raspando a trave de Onana. Tudo antes dos 20 minutos. Mas bola dentro do gol, que é bom, nada.

Publicidade

Com o tempo passando, os Red Devils bem postados na defesa, sustentava a vantagem. Porém, aos 42, Doku recebeu pela esquerda e bateu de fora da área, rasteiro. Onana falhou. O City, enfim, diminuía o placar. E aumentou a pressão. Mas não veio o empate. Enfim, após oito anos, conquistaram novamente a Copa da Inglaterra.

MANCHESTER CITY 1X2 MANCHESTER UNITED

Copa da Inglaterra – Final
Data: 25/5/2024
Local: Estádio de Wembley
MANCHESTER CITY: Ortega; Walker, Aké (Akanji, Intervalo), Stones e Gvardiol; Rodri, Kovacic (Doku, Intervalo), Bernardo Silva e De Bruyne (Julian Álvarez, 11’/2ºT); Foden e Haaland. Técnico: Pep Guardiola
MANCHESTER UNITED: Onana; Wan-Bissaka, Varane, Lisandro Martínez (Evans, 28’/2ºT) e Dalot; Amrabat, Mainoo, MacTominay (Lindelof, 48’/2ºT) e Garnacho (Mason Mount, 48’/2ºT) ; Rashford (Hojlund, 28’/2ºT) e Bruno Fernandes. Técnico: Ten Hag
Gols: Garnacho , 29’/1ºT (0-1); Mainoo, 39’/2ºT (0-2); Doku, 42’/2ºT (1-2)
Árbitro: Andrew Madley
Auxiliares: Harry Lennard e Nick Hopton
VAR: Michael Oliver
Cartões amarelos: Mainoo (MUN); Álvarez (MCI)

 

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.