Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Manchester City processa a Premier League por regras comerciais

Clube inglês entra com ação na Justiça contra questões que vão de regras de patrocínio até decisões da liga inglesa

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Divulgação/Manchester City

O Manchester City entrou com uma ação na Justiça contra a Premier League devido a regras comerciais impostas pela organização. Dessa forma, o clube alega que as novas regras para contratos de patrocínio são discriminatórias, conforme noticiado pelo jornal inglês ‘The Times’. As audiências privadas sobre o tema devem começar na segunda-feira da próxima semana.

Em fevereiro, a Premier League endureceu as regras para parcerias comerciais com empresas ligadas aos proprietários dos clubes, conhecidas como Transações com Partes Associadas (APT).

Ao contrário da maioria dos clubes, o Manchester City afirma que as regras APT são ilegais e está exigindo uma compensação por perda de receitas.

Além disso, segundo a ‘BBC’, uma audiência de arbitragem já foi marcada para discutir a legalidade dessas regras.

Publicidade

O documento jurídico do Manchester City, obtido pelo ‘The Times’, acusa a Premier League de discriminação e alega que as novas regras foram aprovadas pelos clubes rivais para “sufocar o seu sucesso em campo”, chamando-as de “tirania da maioria”.

As novas regras de patrocínio acabaram sendo aprovadas no início deste ano por 14 clubes, o mínimo necessário para mudanças, com o objetivo de manter a competitividade da Premier League. Para alterar novamente essas regras, seria necessário o apoio de pelo menos 14 dos 20 clubes. No entanto, segundo o ‘The Times’, entre dez a doze clubes apoiam a Premier League nesse litígio.

Publicidade

Dessa maneira, uma comissão disciplinar da Premier League vai ouvir nos próximos meses mais de 100 acusações contra o Manchester City por supostas violações financeiras, algumas datadas de 2009. Ao mesmo tempo, algumas dessas acusações envolvem pagamentos de patrocinadores ligados a Abu Dhabi.

Publicidade

Presidente do Manchester City se manifesta

Por fim, o presidente do City, Khaldoon al-Mubarak, declarou que as regras introduzidas pela Premier League no último ano farão a liga inglesa ser “menos competitiva”.

“A Premier League chegou onde está hoje por ser a liga mais competitiva do mundo. Espero que haja mais sensibilidade sobre regulamentações. Há muitas restrições sobre trocas e empréstimos (de jogadores)” disse Al-Mubarak, aos canais oficiais do clube.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.