Jogada 10 Manchester City bate o Urawa Reds e encara o Fluminense na final do Mundial

Manchester City bate o Urawa Reds e encara o Fluminense na final do Mundial

Em um jogo de ataque contra defesa, Citzens confirmam o favoritismo e derrotam a equipe japonesa por 3 a 0, com muita tranquilidade...

Jogada 10
- GIUSEPPE CACACE/AFP via Getty Images

- GIUSEPPE CACACE/AFP via Getty Images

Jogada 10

O Manchester City confirmou o favoritismo e goleou o Urawa Reds por 3 a 0 no King Abdullah, na Arábia Saudita. Com o triunfo, os Citzens garantiram a vaga na decisão do Mundial de Clubes e enfrentarão o Fluminense. Em um jogo de ataque contra a defesa, Höibraaten (contra) tirou a equipe japonesa de vez da partida. No segundo tempo, Kovacic e Bernardo Silva ampliaram para a equipe inglesa e carimbaram a vaga.

Nesse sentido, a decisão do Mundial de Clubes será na próxima sexta-feira (22) no King Abdullah, em Jeddah, na Arábia Saudita. Será o encontro de Pep Guardiola e Fernando Diniz, dois treinadores que entendem o futebol de maneira semelhante e utilizam o estilo com troca de passes e posse de bola.

Estilo Guardiola

Nos primeiros vinte minutos, o City trabalhou a bola no seu melhor estilo, de pé em pé, porém não conseguiu quebrar as linhas do Urawa Reds. Assim, os comandados de Pep Guardiola rodavam a bola de um lado para o outro e não deixavam o adversário atacar. A primeira finalização do time inglês foi com Rodri, que arriscou da intermediária, mas a bola foi para fora, sem assustar Nishikawa.

Nishikawa salva

Sem Haaland, Doku e De Bruyne, que estão fora do Mundial, o City até conseguiu chegar às finalizações, mas parou no goleiro japonês. Na primeira boa chegada, Matheus Nunes dividiu bem a bola na direita e entrou na área para chutar forte. Nishikawa espalmou para escanteio e salvou o Urawa. Logo depois foi a vez de Foden que arriscou a finalização, entretanto novamente o arqueiro se destacou,

Contra o patrimônio

Durante o primeiro tempo, a partida foi praticamente um ‘ataque contra defesa’, visto que o Urawa não tinha força para contra-atacar. Foi então que pela direita Matheus Nunes tabelou e ficou livre para efetuar o cruzamento rasteiro. Höibraaten tentou o corte, mas jogou contra o próprio gol, sem qualquer chance para Nishikawa fazer a defesa.

City amplia

Na volta do intervalo, não houve qualquer mudança, a partida persistiu no mesmo estilo. De um lado, os Citzens trabalhavam a bola com qualidade, enquanto o Urawa Reds não tinha força para assustar. Walker construiu uma grande jogada a partir da defesa ao avançar pelo meio e lançar Kovacic. O meio-campista teve liberdade nas costas da defesa para finalizar na saída do goleiro e ampliar.

Virou passeio

Na sequência do segundo gol, Grealish foi à linha de fundo e cruzou na medida para Matheus Nunes. Assim, o luso-brasileiro apareceu livre na área, porém cabeceou para fora, sem direção. Sem qualquer reação, o Urawa Reds apenas assistiu ao City marcar o terceiro. Matheus Nunes avançou pela esquerda, cortou para dentro e bateu para boa defesa de Nishikawa. Bernardo Silva aproveitou a sobra e estufou a rede.

Olha o presente

Na melhor chance do Urawa Reds, Gvardiol e Stones se enrolam na defesa e entregaram um presente. No entanto, o time japonês não conseguiu concluir, visto que a equipe inglesa conseguiu coibir o perigo.

Urawa Reds 0x3 Manchester City

Semifinal do Mundial de Clubes
Data e horário: terça-feira, 19/12/2023, às 15h (de Brasília)
Local: King Abdullah Sports City, em Jidá, na Arábia Saudita
Gols: Höibraaten 46/1’ºT (0-1); Kovacic 6’/2ºT (0-2); Bernardo Silva 13’/2ºT (0-3)
Urawa Reds: Nishikawa; Sekine, Scholz, Höibraten, Akimoto; Ito (Ogiwara 11’/2ºT), Iwao (Shibato 32’/2ºT), Yasui; Okubo (Schalk 11’/2ºT), Kanté (Nakajima 20’/2ºT) e Koizumi (Linssen 20’/2ºT). Técnico: Maciej Skorza.
Manchester City: Ederson; Walker, Stones (Sergio Gómez 31’/2ºT), Akanji (Gvardiol 18’/2ºT) e Nathan Aké; Rodri (Kalvin Phillips 31’/2ºT), Kovacic, Matheus Nunes, Bernardo Silva (Oscar Bobb 18’/2ºT), Phil Foden (Julian Álvarez 18’/2ºT); Jack Grealish. Técnico: Pep Guardiola.
Árbitro: Mohammed Al Hoish (SAU)
Assistentes: Khalaf Al-Shammari (SAU) e Yasir Al Sultan (SAU)
Cartões Amarelos: Matheus Nunes e Akaniji (CIT)
Cartões Vermelhos:

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas