Jogada 10 Mãe do ex-jogador Daniel Alves questiona mulher que acusa o filho de estupro

Mãe do ex-jogador Daniel Alves questiona mulher que acusa o filho de estupro

Lúcia Alves publicou fotos e expôs a vítima nas redes sociais; ele está preso na Espanha desde janeiro de 2023 e aguarda o julgamento, marcado para 5 de fevereiro

Jogada 10
O ex-lateral está detido na Espanha desde janeiro de 2023

O ex-lateral está detido na Espanha desde janeiro de 2023

Reprodução/Instagram

A mãe de Daniel Alves, Lúcia Alves, decidiu expor nas redes sociais nesta terça-feira (2), a mulher que acusa o ex-jogador de estupro. O caso corre em segredo de Justiça e a reação de Lúcia chamou atenção, pois infringe leis e acordos processuais.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Até então, a vítima não havia sido revelada. A mãe do ex-lateral ignorou e compartilhou fotos e vídeos da jovem se divertindo em bares e festas nos últimos meses.

Além de divulgar o rosto da jovem, a mãe do ex-jogador brasileiro questionou o sofrimento da vítima: "Aqui está a comemoração dela, que alega impossibilidade de trabalhar e deterioração significativa em suas atividades diários pós 'trauma'", escreveu Lúcia.

Em dezembro de 2022, a mulher de 23 anos acusou Daniel Alves por estupro. O ex-atleta e a vítima estiveram em uma boate em Barcelona, e o brasileiro foi acusado de cometer o crime no banheiro do local. Condenado e preso na Espanha desde janeiro do ano passado, o jogador aguarda seu julgamento, marcado para o dia 5 de fevereiro.

Vale ressaltar que a advogada da acusação recusou qualquer tipo de acordo e disse que as sequelas são irreparáveis.

Relembre o caso Daniel Alves

O ex-lateral está preso desde 20 de janeiro de 2023, acusado de agressão sexual contra uma jovem de 23 anos, no fim de dezembro. A Justiça espanhola ordenou a prisão após depoimentos contraditórios do jogador brasileiro.

Em seu último depoimento, Daniel Alves reconheceu que teve relações sexuais de forma consensual. No entanto, revelou que mentiu para preservar seu casamento.

Cristóbal Martell, que era seu advogado e uma das referências na Espanha, abandonou o caso. Martell inclusive disse que deixou a causa por acreditar que o resultado não será positivo. A nova defensora, Inés Guardiola, é uma jovem de 35 anos e especialista em violência sexual.

Daniel Alves, Robinho e mais: confira esportistas que figuraram nas páginas policiais em 2023

Últimas