Fora de Jogo MP da Espanha pede 9 anos de prisão para Daniel Alves por agressão sexual contra jovem

MP da Espanha pede 9 anos de prisão para Daniel Alves por agressão sexual contra jovem

Além da pena, brasileiro deverá pagar mais de R$ 799 mil à vítima, que na época tinha 23 anos; caso aconteceu em dezembro de 2022

  • Fora de Jogo | Do R7, com informações da EFE

Daniel Alves está preso desde 20 de janeiro de 2023

Daniel Alves está preso desde 20 de janeiro de 2023

Antonio Lacerda/EFE - 14.11.2023

O Ministério Público da Espanha pediu nesta quinta-feira (23) nove anos de prisão para o jogador brasileiro Daniel Alves, indiciado por agressão sexual por supostamente ter estuprado uma jovem no banheiro de uma discoteca de Barcelona ​​em dezembro do ano passado, além de uma indenização de 150 mil euros à vítima (R$ 799,2 mil), informaram fontes jurídicas para a reportagem.

O valor de R$ 799 mil é pelos danos morais e psicológicos causados pelo brasileiro à vítima. A quantidade de anos de reclusão indicada pelo MP é semelhante à que foi sugerida pela imprensa espanhola, que falava de seis a dez anos de pena.

Na última semana, o Tribunal de Barcelona encerrou as investigações e deu cinco dias para a apresentação da defesa e da acusação. As duas partes foram notificadas para o julgamento.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

A defesa do jogador, exercida por Inés Guardiola desde outubro, pediu a anulação do processo, por considerar que o vazamento de informação sobre a investigação violou sua presunção de inocência e que a juíza perdeu a "neutralidade" devido ao "julgamento paralelo" do brasileiro na imprensa.

“Quando a divulgação midiática é em grande escala, a contaminação do inquérito judicial torna-se irremediável e irreversível, sendo intransponível a violação dos direitos fundamentais que assistem o investigado”, alegou o recurso da defesa de Daniel Alves.

Após ter três pedidos de liberdade provisória recusados, o lateral-direito permanecerá preso no Centro Penitenciário Brians 2, próximo a Barcelona, aguardando o julgamento.

Situação que já era ruim fica ainda pior para Daniel Alves nas últimas semanas; entenda

Últimas