Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Luxemburgo valoriza vantagem do Corinthians na Sul-Americana

Timão bateu o Estudiantes por 1 a 0, na Neo Química Arena, e joga pelo empate na Argentina, no duelo de volta

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Jogada10
Jogada10 Jogada10

O Corinthians venceu o Estudiantes por 1 a 0, nesta terça-feira (22), na Neo Química Arena e saiu na frente no duelo das quartas de final da Copa Sul-Americana. Apesar do placar mínimo, o técnico Vanderlei Luxemburgo valorizou a vantagem construída pelo Timão. Além disso, o treinador acredita que sua equipe poderia ter feito mais gols, mas celebrou o triunfo contra uma equipe difícil.

“Dois gols a diferença seria bem maior, claro, mas nós conseguimos uma vantagem para jogar lá. Eu tinha que buscar fazer o segundo gol, contra um time bom e muito bem treinado, mas sem deixar vulnerável para eles de repente fazerem um gol. Este jogo era para uma, duas três oportunidades”, disse Luxemburgo, em coletiva após a partida.

Contudo, nem tudo foi alegria para o treinador. Afinal, Luxemburgo reclamou muito do pênalti não marcado a favor do Corinthians. Na ocasião, o volante Maycon finalizou e a bola bateu na mão do zagueiro Lollo.

“O pênalti da mão, acho que sim, foi pênalti. Não sei se faríamos o gol ou não, mas foi. Isso é complicado, porque jogamos contra uma equipe que tem qualidade e isso faz diferença no jogo. Um jogo desta importância, difícil, com VAR e tudo, teria que marcar”, reclamou o treinador.

Publicidade

Luxemburgo valoriza seu trabalho no Corinthians

Por fim, o técnico também defendeu seu trabalho no Timão. Afinal, após um início complicado, o Corinthians perdeu apenas um das últimas 14 partidas disputadas e valorizou sua equipe neste momento da temporada.

“São 14 jogos com uma derrota. Este é um número considerável. O ideal nosso foi encontrar um equilíbrio nestes jogos, jogando com três zagueiros, o Bruno na lateral. Hoje tenho o elenco na minha mão, com rodagem, para fazer as mudanças. Considero que hoje tenho possibilidades de mexer para lá e para cá, e os jogadores estão rendendo. A derrota que tivemos nos tirou de uma competição (Copa do Brasil), mas são 14 jogos que viemos jogando de várias maneiras e consistente. Às vezes um tempo melhor do que o outro, mas isso faz parte do futebol”, concluiu o técnico.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.