Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Luis Castro crava Botafogo campeão e brinca sobre divisão da medalha

Técnico que deixou o clube para assumir o Al Nassr crê que desempenho neste segundo semestre é fruto do trabalho do ano passado

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Jogada10
Jogada10 Jogada10

Dois meses após deixar o Botafogo, Luís Castro ainda tem viva a relação com o clube e com o time vitorioso que montou. O técnico, que aceitou proposta do Al Nassr, da Arábia Saudita, afirmou que o Glorioso será campeão brasileiro. E pediu, em tom de brincadeira, uma medalha no fim do ano, dividindo o mérito com os outros colegas que passaram pelo trabalho.

“Uma medalha para o Caçapa, uma medalha para o Luís Castro e três medalhas para o Bruno (Lage), acho que cabe bem (risos). Não sei se isso vai acontecer. As medalhas das nossas vidas são muito mais daquilo que nós sentimos e pelo reconhecimento do que a medalha em si. O Botafogo sendo campeão como eu espero que seja esse ano, esse título que poderá conseguir tem muito, muito, muito da temporada passada. Ela foi decisiva para o que está acontecendo esse ano”, disse, em entrevista ao ‘Canal Goat’.

Segundo Castro, a mudança de atitude dentro do clube foi tão importante quanto a evolução estrutural e a chegada de reforços.

“O mais importante é o espírito vencedor, não o espírito miserabilista que encontrei quando cheguei, de que éramos os coitadinhos, de que quando perdia um jogo parecia que havia perdido dez…. A mentalidade tem que ser vencedora sempre. Queremos sempre mais, e essa mentalidade está instalada no Botafogo. Se formou um grupo muito forte, que se blindou, e tivemos que nos blindar”, frisou.

Publicidade

Castro é contra um lema do Botafogo

Ainda sobre o tema, o ex-técnico alvinegro diz que sempre rejeitou lemas irreverentes, como “há coisas que só acontecem com o Botafogo”, justamente pelo tom derrotista. Mas que, afinal, tinham relação direta com a situação precária que encontrou em março de 2022. No fim da resposta, afirmou categoricamente que o clube será campeão brasileiro.

“As pessoas ficaram muito tempo sem receber, não tinham as condições necessárias e mudar essa mentalidade foi um trabalho enorme. Montar um elenco foi mais fácil do que fazer perceber às pessoas que tinham de pensar de outra forma para contagiar quem trabalhava dentro de campo no dia a dia. “Ah, mas tudo acontece ao Botafogo”, e eu falava: “Para com isso! Podem acontecer coisas boas também”. Hoje é um clube de grande prestígio perante a todos, com mais brilho, vai ser campeão brasileiro, vai ser uma grande festa, merecem todos”. garante.

Publicidade

Hoje, o Botafogo lidera o Brasileirão com 11 pontos de vantagem sobre o Palmeiras. Cenário, por sinal, muito semelhante à semana de sua saída. Prova de que o trabalho das comissões técnicas seguintes permaneceu em muito bom nível.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.