Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Lenda da seleção uruguaia disputa torneios de tênis; veja vídeo

Ex-jogador do Uruguai e do Internacional disputa torneios master de tênis para pessoas com mais de 35 ou 40 anos

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Destaque da seleção uruguaia sendo eleito o melhor jogador da Copa do Mundo da África do Sul em 2010, o atacante Diego Forlán aposentou do futebol em 2019, aos 40 anos. No entanto, ele não abandonou o esporte. Isso porque ele está se dedicando ao tênis e conquistando vitórias no circuito de veteranos da ITF.

Em 2023, Forlán competiu em dois torneios no Uruguai, um na categoria 35+ e outro na 40+. Em 2024, participou de um torneio na categoria 45+. Aliás, esta semana, ele jogou fora do país pela primeira vez, avançando para a terceira rodada no MT1000 de Lima na categoria 45+, perdendo apenas três games até agora.

Forlán acumula sete vitórias e três derrotas no circuito de veteranos. Ele ocupa a 873ª posição na categoria 35+, a 778ª na 40+ e a 438ª na 45+. Em Lima, venceu o chileno Gonzalo Carreno por 6/0 e 6/2 na primeira rodada e o peruano Jorge Hernandez por 6/0 e 6/1 na segunda rodada. Seu próximo adversário será o cabeça de chave do torneio, o chileno Pablo Rojas-Holch, 102º no ranking da categoria 45+.

“Sei que é um torneio muito bom, muitos jogadores vêm de todas as partes para conquistar pontos, é uma cidade linda, onde se come muito bem, as pessoas são amáveis e agradáveis. Conversamos com alguns amigos no clube e decidimos participar do torneio de Lima. Viemos com uns 10, 12 uruguaios e estamos aproveitando”, disse Forlán.

Publicidade

Vídeo

Publicidade

Relação com o tênis

Quando jovem, Forlán se dedicou ao tênis e, em uma entrevista ao GE em 2012, revelou que em um momento teve dúvidas entre seguir carreira no tênis ou no futebol. Contudo, seu pai, Pablo Forlán, ex-jogador da seleção do Uruguai e ídolo do São Paulo, influenciou sua decisão pelo futebol.

Publicidade

“Meu pai dizia: ‘Não, você tem que ser jogador de futebol’. Mas tive um momento de dúvida, não sabia se jogava tênis ou futebol”, afirmou Forlán.

“Meu pai jogou tênis e futebol. Após se aposentar do futebol aos 41 anos, começou a jogar tênis, e nós começamos a jogar desde os dois anos de idade. Claro que depois joguei futebol e não pude mais jogar tênis com tanta frequência como hoje em dia”, explicou Forlán.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.