Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Leila volta a criticar Textor e cobra punição após relatório do STJD

Relatoria da entidade recomenda multa de R$ 2 milhões e suspensão de seis anos a dono da SAF Botafogo

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Fotos: Vitor Silva/Botafogo / Fabio Menotti/Palmeiras Marcelo Caitano

A presidente do Palmeiras, Leila Pereira, comentou sobre o relatório do STJD de conclusão do inquérito sobre as alegações de John Textor de possível manipulação de resultados no Brasileiro. A dirigente do clube paulista disse que o relatório só reforça o que tem dito sobre o dono da SAF Botafogo.

“O relatório reforça o que temos falado nos últimos meses sobre o sr. John Textor. Irresponsável que precisa ser punido exemplarmente pelos crimes que tem cometido contra pessoas, clubes e entidades”, disse antes de complementar.

“Estas denúncias mentirosas, feitas mediante a apresentação de provas forjadas, somente prejudicam a credibilidade do futebol brasileiro”, completou.

O STJD, aliás, analisou as provas que Textor garante ter. Aliás, o julgamento dos documentos é que eles são “imprestáveis”.

Publicidade

Provas de Textor

Textor, afinal, enviou dois vídeos, um de seis minutos e outro de 47. A Good Game, uma empresa contratada pelo empresário para fazer as análises, fez os vídeos.

Publicidade

Além de documento em PDF com nome: “relatório de jogo nível 3 entre SE Palmeiras 5 x 0 São Paulo FC, realizado dia 25/10/2023”, e outros sete jogos.

“John Charles Textor contratou os serviços da empresa “Good Game”. A pretexto de forjar pretensas provas acerca de falsas manipulações de partidas, em prejuízo dos direitos das pessoas físicas e jurídicas injustamente por ele acusadas”, dizia trecho do relatório.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.