Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Larcamón elogia reação do Cruzeiro e explica mudanças: ‘Estritamente táticas’

Comandante exalta entrada de Zé Ivaldo diante do Atlético-MG, porém cobra defensor por excesso de cartões na temporada

Jogada 10|

- Foto: Staff Images/Cruzeiro
- Foto: Staff Images/Cruzeiro - Foto: Staff Images/Cruzeiro (Jogada 10)

Após um primeiro tempo irregular, o Cruzeiro reagiu diante do Atlético-MG e buscou o empate por 2 a 2, nos acréscimos, no jogo de ida da final do Campeonato Mineiro.Na coletiva de imprensa, Larcamón explicou a escalação que surpreendeu a torcida com as presenças de Villalba e Filipe Machado. Além disso, o treinador exaltou o desempenho da equipe no segundo tempo e exaltou a atuação do defensor Zé Ivaldo.

“As decisões que tomamos são estritamente táticas. Também tem a ver com gestão de grupo, o manejo de algumas situações individuais. Falam que Zé Ivaldo vinha jogando, mas no último ele foi expulso com 20 minutos. É um jogador que acho excepcional, uma qualidade muito grande, mas também é preciso que melhore esse aspecto, porque não foi só uma vez. É preciso ter clareza de que tem que melhorar, e eu sei que ele está trabalhando para isso.”, disse.

“Para mim, é excepcional, um dos melhores zagueiros que treinei na vida, mas é preciso que o jogador tenha essa sequência, porque não pode acontecer o que aconteceu contra o Tombense.”, elogiou.

“(Villalba) foi uma decisão de planejamento de jogo, que tem a ver com fazer um time mais sólido pelos lados, tentando fazer um jogo não tão aberto. Os jogadores também podem fazer a função de ala, com qualidade ofensiva, mas acho que o Marlon é aquele que tem melhor capacidade defensiva. Foi isso que deixou a série aberta”, completou.

Publicidade

Reação no segundo tempo

O comandante explicou que o desempenho no primeiro tempo foi abaixo, porém determinadas decisões foram positivas. O jogo de volta está marcado para o próximo domingo (7), às 15h30 (de Brasília), no Mineirão. Dessa forma, assim como no jogo de ida, o confronto terá torcida única, desta vez, do Cruzeiro. A Raposa tem a vantagem dos dois resultados iguais e levanta a taça com mais um empate.

“O primeiro tempo foi de um desempenho ruim, mas acho que muitas decisões de planejamento para o jogo foram positivas, assim como no segundo tempo. (…) Sinto que há mais coisas positivas do que marcar uma escolha de uma pessoa, que tem a ver com a gestão de um grupo para um ano que vai ser longo”, afirmou.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.