Jogada 10 Larcamón conhece a Toca, recebe camisa do clube e garante Cruzeiro ofensivo

Larcamón conhece a Toca, recebe camisa do clube e garante Cruzeiro ofensivo

Novo técnico da Raposa menciona características que almeja em atletas a serem contratados e os que já compõem o elenco para a temporada...

Jogada 10
Foto: Reprodução/Cruzeiro

Foto: Reprodução/Cruzeiro

Jogada 10

Nicolás Larcamón, o novo treinador do Cruzeiro, conheceu a Toca da Raposa nesta quarta-feira (3), dia que marcou sua chegada a Belo Horizonte. O argentino de 39 anos conferiu passo a passo a estrutura física do clube, inclusive gramados, recebeu uma camisa e se reuniu com dirigentes da Raposa.

Entusiasmado, mencionou o que costuma pedir dos jogadores que comanda. E prometeu um futebol voltado para o ataque na temporada de 2024.

“Sim, é o que caracteriza minha equipe. Temos um compromisso com a história e estilo de jogo. É o que me representa, o que representa as minhas equipes, e vamos buscar esse funcionamento e competitividade para ser uma equipe que gere emoção ao torcedor e todo futebol brasileiro”, disse ele, em entrevista ao canal oficial do clube.

Larcamón citou o perfil que espera para contratações e que as características que precisam estar presentes, inclusive nos atletas que já compõem o elenco.

“Vamos trabalhar, com a formação do plantel com os jogadores que estão e que podem chegar. A busca é de um jogar agressivo, dinâmico e intenso, sobretudo com estrutura coletiva para que permita que o futebol que desenvolvemos seja intenso, de ser protagonista. A partir disso, fundamentalmente conseguir isso, um futebol que o torcedor se identifique. Que esse ano tenhamos momentos espetaculares juntos e que o Cruzeiro volte a ser este clube gigante que a sua história disse que é”, continuou o técnico, que fechou contrato de dois anos com os mineiros.

Larcamón quer Cruzeiro nas cabeças

Inicialmente, Larcamón irá morar na Toca da Raposa, juntamente com seus auxiliares. São eles: Javier Berges e Damian Ayude (assistentes técnicos), Juan Cruz Mónaco (preparador físico) e Miguel Vázquez (analista de desempenho).

De acordo com o técnico argentino, a missão é clara: devolver a Raposa às cabeças no futebol brasileiro e internacional. O desafio inicial será o Estadual, seguido pela Copa do Brasil, a Copa Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro.

“O clube, a história, a magnitude de uma equipe, de um clube gigante, e um momento atual de um projeto que quer colocar o Cruzeiro de voltar ao Cruzeiro ao lugar que o clube merece. Este, aliás, é o objetivo e estamos identificados com isso. Neste plano, estou muito entusiasmado de fazer um ano de acordo com a história que o merece”, encerrou.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas