Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Jogaço decidido na prorrogação! E Espanha na semifinal da Copa feminina

Zagueira da Holanda comete pênalti bobo, mas empata o jogo nos acréscimos. E Paraluello, menina de 19 anos garante o 2 a 1 espanhol...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Jogada10
Jogada10 Jogada10

A Espanha segue muito viva no seu sonho de conquistar pela primeira vez a Copa do Mundo feminina. No fim da noite desta quinta-feira (10/8), No Estádio Regional de Wellington, na Nova Zelândia, venceu a Holanda na prorrogação, por 2 a 1 (após 1 a 1 no tempo normal). O jogo teve duas personagens. Do lado holandês, a zagueira Van der Gragt. No tempo normal, ela fez um dos pênaltis mais bobos da história que estava eliminando a Holanda. Porém, nos acréscimos, fez um golaço empatando um jogo que parecia improvável. A outra foi Paralluelo. A menina de 19 anos entrou no segundo tempo. Fez a jogada do pênalti que Caldentey cobrou e marcou. E, na prorrogação, fez o gol que definiu o 2 a 1.

Agora a Espanha espera a vencedora do duelo entre Japão e Suécia, na madrugada desta sexta-feira (11/8), às 4h30, no Eden Park, em Aukland, na Nova Zelândia, para saber qual será a sua rival na semifinal, na próxima terça-feira.

Espanha é só pressão no primeiro tempo

O primeiro tempo foi de massacre espanhol. Afinal, somou 62% de posse, 12 chutes a gol contra um (sem o menor perigo) da fechada Holanda. Além disso, foram duas bolas na trave e um gol de González bem anulado por impedimento.

Van der Gragt vilã e heroína da Holanda

No segundo tempo o jogo foi muito mais equilibrado, pois a Holanda também passou a buscar o jogo e chegou a ter um pênalti sofrido por Beerensteyn, mas anulado pelo VAR (foi considerado lance normal de jogo o contato de Hernández na atacante holandesa). Mas, aos 34, ocorreu o lance-chave. Paralluelo, que tinha acabado de entrar, cruzou pela direita uma bola sem perigo algum. A zagueira Van der Gragt, a melhor da Holanda em campo, infantilmente deixou o braço. Isso na linha da área. Pênalti mais infantil, impossível. O VAR confirmou a penalidade. Caldentey cobrou. A bola bateu na trave direita da goleira Domselaar antes de entrar.

Publicidade

A partir daí, jogo em aberto. Ivana Andrés bateu uma falta do meio de campo que fez a goleira Domselaar espalmar para escanteio. Quase gol espanhol. Beerensteyn teve muitas chances para a Holanda. Mas, aos 47, veio o empate. Van der Gragt deu uma de atacante, recebeu lançamento pela direita, ganhou em velocidade da marcação e fez um golaço empatando o jogo. Prorrogação (não sem antes der Gragt tentar rechaçar uma bola e quase fazer contra!).

Paralluelo põe a Espanha na final

A prorrogação foi excelente. A Holanda teve chances três claríssimas com Beerensteyn. A última, aos cinco minutos do segundo tempo, foi incrível, após cruzamento, na pequena área chutou por cima. Contudo, no minuto seguinte, Parallulelo recebeu um lançamento pela esquerda, desmarcada, entrou na área enganou a marcação de Nouwen e bateu para fazer o golaço que definiu na classificação espanhola. Enfim, essa menina de 19 anos é um primor.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.