Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Japão aplica a maior goleada da Copa do Mundo feminina

Japonesas massacram Zâmbia: 5 a 0, dois gols, pênalti anulado e muitas chances perdidas. Asiáticas assumem a ponta do Grupo C

Jogada 10|

Jogada10
Jogada10 Jogada10

A seleção do Japão goleou Zâmbia por 5 a 0, na madrugada deste sábado (22/7), no Estádio Waikato, em Hamilton, na Nova Zelândia, pelo Grupo C da Copa Feminina 2023. As japoneses foram muito superiores, tiveram dois gols e um pênalti anulados, chegando aos gols com Miyazawa (dois), Tanaka, Musonda e Ueki. Para se ter ideia do massacre, as japonesas deram 25 chutes a gol (dez no alvo) e chegaram a ter 70% de posse. Zâmbia não deu um chute a gol.

Assim, o Japão encerra a primeira rodada na liderança do Grupo C, com os mesmos três pontos da Espanha, mas cinco gols de saldo (as espanholas fizeram 3 a 0 na Costa Rica). Na próxima rodada, na quarta-feira, as japonesas enfrentam a Costa Rica, enquanto Zâmbia terá a Espanha pela frente. Tudo indica que as líderes vencerão com facilidade e garantirão as duas vagas às oitavas por antecipação.

Veja aqui a tabela de classificação da Copa do Mundo feminina

Japão arrasador

Zâmbia, ciente que o Japão era muito superior, tratou apenas de se fechar. Tanto que, além de não chutar, teve apenas 30% de posse. Mas as japonesas, apesar da pressão ofensiva (dez finalizações) não se aproximava do ataque. Tanaka chegou a marcar, aos 23, mas o gol foi anulado por impedimento. Porém, de tanto tentar, fez 1 a 0, aos 45, com Miyazawa concluindo cruzamento de Fujino.

Continua após a publicidade

A etapa final não teve diferença. Os primeiros 15 minutos foi um massacre. Tanaka voltou a marcar e ter um gol anulado por impedimento, Fujino sofreu pênalti marcado pela árbitra e anulado mais uma vez por impedimento, mas fez 2 a 0 quando Endo fugiu pela esquerda e cruzou para Tanaka entrar de carrinho e fazer, enfim, um gol válido, aos dez minutos. E tome Japão. Fujino perdeu gol feito, mas, aos 15, Tanaka, pela direita, foi ao fundo para Miyazawa ampliar.

Zâmbia nada fazia no ataque estava fácil para o Japão, que perdeu quatro ótimas chances, mas ainda conseguiu ampliar com Musonda. No último lance do jogo, aos 52, Ueki sofreu pênalti da goleira Musonda (que foi expulsa). Ueki cobrou e a goleira Sakala (que acabara de entrar) espalmou a bola que ainda foi na trave. Mas a árbitra mandou repetir e desta vez Ueki marcou, fechando o placar.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.