Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Invicto em casa e irmão de Tardelli como destaque: veja o raio-x do Marcílio Dias

Pela segunda vez em sua história, equipe de Itajaí, em Santa Catarina, enfrenta o gigante carioca nesta terça-feira

Jogada 10|

Foto: Divulgação / Marcílio Dias
Foto: Divulgação / Marcílio Dias Foto: Divulgação / Marcílio Dias (Jogada 10)

O jogo do ano. É assim que torcedores, jogadores e membros do estafe do Marcílio Dias estão tratando a partida contra o Vasco. No Estádio Doutor Hercílio Luz, em Santa Catarina, as equipes se enfrentam nesta terça-feira (27), pela primeira fase da Copa do Brasil. Assim, o Jogada10 separou algumas curiosidades da equipe que leva o nome do marinheiro Marcílio Dias, herói da Batalha Naval de Riachuelo, na Guerra do Paraguai, em 1865.

Essa será a segunda vez que o time catarinense disputa a Copa do Brasil. A primeira foi em 2023, após conquistar o título da Copa Santa Catarina. Aliás, assim como na última edição do torneio, o Marcílio Dias se classificou para este ano também por conta da conquista regional.

Invicto em casa nesta temporada

A equipe do técnico Waguinho joga no Estádio Doutor Hercílio Luz, o Gigantão das Avenidas, construído em 1921, com capacidade para seis mil torcedores. O time de Itajaí vem sabendo utilizar com maestria o seu terreno neste ano, afinal, está invicto em casa. Em cinco jogos, foram quatro vitórias e um empate. Três das vítimas do Marcílio Dias foram Figueirense, Chapecoense e Criciúma, alguns dos principais times do estado.

Atualmente, a equipe é a segunda colocada do Catarinense, atrás apenas do líder Criciúma. Além disso, conquistou a vaga para as quartas de finais do torneio de forma antecipada.

Publicidade

O principal destaque da equipe é irmão de um velho conhecido do torcedor brasileiro

A principal aposta do torcedor do Marcílio Dias é Juninho Tardelli, meia-atacante de 40 anos. Irmão de Diego Tardelli, ex-jogador do Atlético, Flamengo e Grêmio, entre outras equipes do futebol brasileiro, Juninho já marcou duas vezes no estadual.

Outros dois destaques também jogam no setor ofensivo. São eles: William, jogador de 32 anos que já atuou por Vitória e Ceará, além de passagens pelo futebol sul-coreano e tailandês, e Rafinha, de 21 anos, que passou pelas divisões de base do São Paulo e está emprestado pelo Juventude.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.