Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Inglaterra cala torcida da Austrália e faz final da Copa com a Espanha

Triunfo por 3 a 1 diante de um lotado Estádio Olímpico de Sydney põe a favorita seleção inglesa na decisão do Mundial feminino

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Lauren Hemp brilhou na vitória da Inglaterra
Lauren Hemp brilhou na vitória da Inglaterra Lauren Hemp brilhou na vitória da Inglaterra

A Inglaterra eliminou a anfitriã Australia e fará a final da Copa Feminina 2023 com a Espanha. Na manhã desta quarta-feira (16), no Estádio Olímpico de Sydney, com um golaço de Ella Turner no primeiro tempo e de Lauren Hemp e Russo na etapa final, o selecionado inglês venceu por 3 a 1 e confirmou o favoritismo diante de uma rival que lutou muito, mas dependeu demais do talento isolado de Sam Kerr, que fez um golaço. Apesar da derrota, a torcida australiana, que lotou o estádio, 75.784 presentes, aplaudiu muito a luta das “Matildas”.

A grande final contra a Espanha – que bateu a Suécia na outra semifinal – será neste domingo (20/8), às 7h (de Brasília), também no Estádio Olímpico. As seleções jamais venceram a competição. Dessa forma, a Austrália terá de se contentar com a briga pelo terceiro lugar, neste sábado, às 5h, no Lang Park, em Brisbane.

A Austrália começou animada, levantando a torcida quando Gorry fez lançamento da sua intermediária para Sam Kerr. A estrela maior da seleção anfitriã disparou, mas chutou em cima da goleira Mary Earps. Porém, o lance certamente não valeria: impedimento se entrasse. Depois desse susto, a Inglaterra se postou melhor e só não abriu placar aos oito minutos com Stanley por cauisa da grande defesa da goleira Arnold. Entretanto, chegou ao 1 a 0 num golaço de Ella Toone. Após jogada pela esquerda do ataque inglês, ela soltou a bomba, dentro da área. Fez justiça no placar, já que teve maior posse (67%) e finalizações (7 a 4).

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

Publicidade

· Compartilhe esta notícia no Telegram

A Austrália tentava buscar o ataque, mas não conseguia sucesso. Mas isso até os 18 minutos. Numa roubada de bola de Hunt, esta tocou para Sam Kerr, no meio de campo pela esquerda. A craque foi levando a bola e recebendo marcação em zona. Sem ninguém para tentar o corte direto, a craque arriscou da entrada da área. Mais um golaço no jogo. Da melhor atacante do mundo e que defende o Chelsea, na melhor goleira do mundo e que joga no Manchester United (Kerr tem dez tentos sobre Earps em nove duelos). A torcida levantou de vez, empurrando as australianas rumo ao ataque.

Publicidade

Aos 24, a inglesa Lauren Hemp fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Russo cabecear rente à trave. Isso assustou a torcida australiana, que se calou aos 26. Afinal, a zagueira Carpenter não cortou um lançamento em profundidade. Lauren Hemp aproveitou e deu um toquinho tirando a goleira Arnold. Inglaterra 2 a 1. Nos minutos finais, a Austrália foi para cima. Kerr (duas vezes) e Vine quase empataram. Kerr, num dos lances, teve a bola à feição na pequena área e isolou. Quem não faz… Aos 41, Hemp recebeu na sua intermediária, fez grande jogada e tocou para Russo fechar o placar. Festa inglesa.

Carreira de Neymar vai do sonho de ser o melhor do mundo à realidade milionária do futebol árabe

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.