Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Grêmio suspende treinos por causa das enchentes

Rio Grande do Sul vive tragédia sem precedentes e Grêmio decidiu passar orientações aos atletas pela internet

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Reprodução de vídeo ge

O Grêmio anunciou neste sábado (4/5) a suspensão dos treinos do fim de semana. As atividades seriam às 15h30 de sábado e de domingo no estádio da PUCRS, já que a chuva causou alagamento do Centro de Treinamento Luiz Carvalho. Porém, o clube decidiu pelo cancelamento porque Porto Alegre, em geral, está sofrendo com enchentes, o que dificulta o deslocamento das pessoas. A região onde fica a Arena do Grêmio também está completamente alagada.

Além disso, a situação na capital gaúcha é tão grave que milhares de famílias – inclusive de jogadores e funcionários do clube – precisam de ajuda em áreas tomadas pela água. O Sul do país vive um momento de comoção que, na visão do Tricolor Gaúcho, deixa a equipe sem clima para os treinamentos.

Grêmio fornece orientações online

Assim, a equipe de especialistas em saúde e performance do Grêmio elaborou uma série de exercícios para que os atletas, de forma personalizada, possam fazer a preparação em casa. Eles têm acompanhamento online e recebem, também, orientações médicas em caso de necessidade.

Publicidade

Aeroporto Salgado Filho está fechado

O Grêmio tem uma atividade prevista para segunda-feira (6/5) na preparação para o jogo contra o Huachipato pela quarta rodada da Libertadores. A partida será na quarta-feira (8), às 19h, no Estádio CAP, no Chile. Entretanto, há uma expectativa por um possível adiamento do jogo. Afinal, diante do transbordamento do Rio Guaíba e das enchentes que assolam o Rio Grande do Sul, até mesmo o Aeroporto Salgado Filho parou de funcionar. Os voos foram suspensos por tempo indeterminado.

Publicidade

Tragédia sem precedentes no RS

A tragédia no Rio Grande do Sul já soma 57 mortos e 67 desaparecidos. As chuvas que castigam o estado há dias afetaram 300 cidades, prejudicando mais de 420 mil pessoas. Cerca de 42 mil tiveram que sair de casa – muitas delas resgatadas por socorristas porque estavam em cima de telhados – de acordo com a Defesa Civil. O governo federal anunciou verba para auxílio ao estado e centenas de voluntários participam das ações de assistência social.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.