Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Graças a penalidades, Junior Barranquilla e LDU se igualam

Confronto na Colômbia aconteceu pela chave onde também está o Botafogo

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Luis Acosta/AFP via Getty Images

Para fechar a terça-feira (23) (e também abrir a quarta) na Libertadores, Junior Barranquilla e LDU empataram pelo placar de 1 a 1 no Estádio Metropolitano. O duelo valeu pelo Grupo D e manteve os colombianos isolados na liderança, com cinco unidades. Universitario e Liga vem na sequência, tendo quatro pontos, e o Botafogo está na lanterna, sem nenhum ponto.

É fato que as batidas de média distância dos equatorianos soavam mais perigosas nas primeiras ações da partida. Porém, aos sete minutos, José Enamorado partiu pra cima da marcação e foi derrubado dentro da área em pênalti marcado para o Junior. Na cobrança, Carlos Bacca mandou com força, no canto direito, para inaugurar a contagem em Barranquilla.

Apesar da condição de visitante, era a LDU que seguia com postura agressiva em contexto onde os colombianos se fechavam na zaga e especulavam a chance de buscar os contra-ataques. Principalmente, quando conseguiam acionar o inspirado Enamorado, pelo lado esquerdo. Mas, já nos acréscimos, o time visitante foi quem marcou após Jermein Peña dar um carrinho em Jhojan Julio dentro da área. Alex Arce assumiu a responsabilidade da batida e colocou a bola no lado direito enquanto Santiago Mele caiu no canto oposto.

Publicidade

Pênalti de novo?

A maneira como o jogo se desenrolava não mudou na transição do primeiro para o segundo tempo. Com isso, a Liga seguia como o fator dominante na busca pelo controle das ações enquanto o Junior não se importava de usar a velocidade para se aproveitar de espaços deixados por seu oponente.

Publicidade

Gradualmente, o Junior Barranquilla foi assumindo maior protagonismo na posse de bola e se tornou capaz de exercer pressão no oponente. Principamente, variando o lado das jogadas e criando problemas para a meta de Domínguez. E foi nesse embalo que, aos 31, o toque com a mão de José Quintero, dentro da área, resultou na terceira penalidade da partida. Diferente das demais, Luis González mandou na trave e a pelota ainda voltou na cabeça do goleiro da LDU antes de sair. Com isso, a igualdade na Colômbia foi sacramentada.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.