Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Futebol Solidário tem show de artistas da bola e dos palcos no Maracanã

Evento para arrecadar doações para o Rio Grande do Sul tem chuva de gols no Maracanã. Saiba quem se destacou

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Reprodução/Globo

O futebol brasileiro presenteou o Rio Grande do Sul com um grande espetáculo neste domingo (26), no Maracanã. Com direito a mosaicos, astros do passado, craques do presente e artistas em campo, o União, time treinado por Mano Menezes, empatou com o Esperança, de Dorival Júnior, por 5 a 5, no Futebol Solidário. O evento arrecadou doações para as vítimas da enchentes que castigaram Porto Alegre e outras cidades do interior daquele estado.

O primeiro tempo foi movimentado. Mágico da bola, Ronaldinho achou Ludmilla. A funkeira, então, deu uma cavadinha para cima de Prass e abriu o placar para o União. O Esperança, logo depois, chegou ao empate, com Roger Flores assistindo Nenê. Um minuto depois, D’Alessandro venceu Carlos Germano e virou o placar.

O União reagiu, lembrando uma parceria de sucesso no Flamengo campeão brasileiro de 2009. Com passe de Petkovic, Adriano deixou tudo igual novamente. Depois, veio a virada. Desta vez, o Imperador foi mais solidário e consagrou Diego Ribas. No fim da primeira etapa, Ronaldinho Gaúcho ampliou: 4 a 2.

“Deus sabe o que faz. Temos que ter calma e estarmos juntos nesse momento”, disse Adriano, pedindo união neste momento delicado para os gaúchos.

Publicidade

Shows de Ronaldinho e Amaral no Maracanã

No segundo tempo, Cafu chutou no ângulo e descontou. Mas o show era mesmo de Ronaldinho Gaúcho. Com um lindo voleio, o ex-craque anotou o quinto do União.

Publicidade

“Maravilhoso voltar no Maracanã em um momento tão necessário. Meu povo está passando dificuldade, e eu estou aqui para representá-lo”, disse o R10.

Mc Poze, para aumentar a festa dos funkeiros, recolocou o Esperança no jogo. E, no fim, o lance mais emblemático. Volante de contenção, Amaral desafiou a Física e marcou o gol mais bonito de sua carreira. Um lindo voleio. Ou melhor, uma pintura!

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.