Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Fluminense celebra um ano da volta de Marcelo com carta: ‘Sentimento sem igual’

Tricolor publica vídeo especial em que lateral dita uma carta para a torcida e ressalta que 'há coisas que ainda precisam ser feitas...

Jogada 10|

- Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC
- Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC - Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC (Jogada 10)

O Fluminense celebrou, nas redes sociais, um ano do retorno de Marcelo, com direito a um vídeo especial. Nele, o lateral tricolor lê uma carta para a torcida em que relata a emoção da volta depois de brilhar no futebol europeu. Revelado nas divisões de base do clube carioca, o jogador desembarcou no Rio de Janeiro no dia 9 de março de 2023. Assim, aumentou em campo a idolatria com títulos e bom futebol.

Além disso, o atleta citou as conquistas de 2023, quando marcou um gol na decisão do Campeonato Carioca diante do Flamengo e celebrou o título inédito da Libertadores. Em 2024, a cria de Xerém participou do título da Recopa Sul-Americana, apagando de vez os fantasmas de 2008 e 2009 contra a LDU, do Equador.

Confira a carta de Marcelo para a torcida

“Queridos tricolores, há exatamente um ano, cumpri um desejo que eu já tinha há muito tempo, voltar para casa. Parece que foi ontem quando nos reencontramos aquele dia, no Maracanã. Toda essa torcida, toda esse carinho, naquele momento soube que tinha tomado a melhor decisão. Pouco tempo depois, vivi pela primeira vez o que é ganhar um troféu com essa camisa. Um sentimento sem igual, e um gol que nunca esquecerei. Compartilhar esse sentimento com as crianças e poder transmitir esses valores me traz muita alegria. Me faz voltar aos tempos de Xerém. Nesse ano chegou a hora de ganhar a Libertadores e conquistar um sonho que todos tivemos por muito tempo. Tenho muito orgulho em poder contribuir para a história do clube. Porém, há coisas que ainda precisam ser feitas”, Marcelo.

Depois de brilhar com a camisa do Real Madrid e ter uma passagem pelo Olympiakos, da Grécia, o lateral retornou ao Fluminense com o desejo de conquistas. Sob a batuta de Fernando Diniz, ergueu taças, mas não quer parar por aí. Por fim, na carta direcionada à torcida, reiterou que “há coisas que ainda precisam ser feitas” e que tem “muito orgulho em poder contribuir para a história do clube”.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.