Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Fluminense busca repetir feito de três brasileiros na Libertadores

Tricolor inicia briga pelo bi consecutivo da Libertadores, algo que Santos, São Paulo e Palmeiras possuem

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

- Foto: Lucas Merçon/Fluminense
- Foto: Lucas Merçon/Fluminense - Foto: Lucas Merçon/Fluminense (Jogada 10)

O Fluminense iniciou sua 10ª participação na história da Libertadorescom o empate por 1 a 1 com o Alianza Lima, no Peru, nesta quarta-feira (3). Atual campeão, o Tricolor terá pela frente o desafio de repetir um feito que não é recorrente no torneio e que apenas três brasileiro conseguiram. Ser bicampeão de forma consecutiva, por dois anos seguidos.

Na história da competição, sete clubes atingiram tal marca, que aconteceu em nove oportunidades. Assim, ao longo das 64 edições até o momento, somente Santos, São Paulo e Palmeiras conseguiram o bicampeonato entre todos os clubes brasileiros.

O Alviverde, aliás, foi o último a conseguir, quando ergueu as taças em 2020 e 2021, sob a batuta do treinador Abel Ferreira. Neste século, por exemplo, além da equipe paulista, apenas o Boca Juniors (ARG), em 2000 e 2001, também conquistou a Libertadores por dois seguidos.

Nos anos 60, algumas equipes conseguiram atingir essa marca, entre eles o Santos, do eterno rei Pelé, que carimbou os títulos de 1962 e 63. Além disso, Peñarol (URU), em 1960 e 61, e o Independiente (ARG), em 1964 e 65, ficaram com a taça de forma consecutiva naquela década.

Publicidade

Maior vencedor da história e o tetra

O Independiente (ARG) é o maior vencedor da história do torneio, com sete título, e possui o recorde de títulos seguidos, com o tetracampeonato entre 1972 e 1977. Antes disso, o Estudiantes, também da Argentina, ficou com o tri entre 1968 e 1970.

Antes dos anos 2000, aliás, o Boca Juniors já havia conquistado a Libertadores em sequência, nos anos 1977 e 78. No início dos anos 90, foi a vez do São Paulo, do técnico Telê Santana, ficar os títulos de 1992 e 93, e por pouco não conquistar o tri. Em 1994, o Tricolor perdeu, nos pênaltis, para o Vélez Sarsfield (ARG).

Publicidade

Cinco ficaram no quase

Por fim, cinco clubes chegaram à segunda decisão consecutiva, entretanto deixaram o segundo título pelo caminho. Foram os casos de River Plate (ARG), em 2019, que perdeu para o Flamengo, São Paulo, em 2006, contra o Inter, e Boca Juniors, em 2004, diante do Once Caldas (COL). Além do Olimpia (PAR), em 1991, contra o Colo-Colo (CHI), e o Grêmio. em 1984, que perdeu para o Independiente (ARG).

Lista de bicampeões de forma consecutiva

1960/61: Peñarol (URU) 1962/63: Santos

Publicidade

1964/65 e 1972 a 75: Independiente (ARG) 1968 a 70; Estudiantes de Plata (ARG) 1992/93: São Paulo 2000/01 e 1977/78: Boca Juniors (ARG) 2020/21: Palmeiras

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.