Jogada 10 Fluminense aguarda documentos para fechar acordo de Caio com o Palmeiras

Fluminense aguarda documentos para fechar acordo de Caio com o Palmeiras

Verdão pagará R$ 18,3 milhões pelo lateral e tem as conversas bem encaminhadas para concretizar a contratação

Jogada 10
Foto: Rubens Chiri/SPFC

Foto: Rubens Chiri/SPFC

Jogada 10

O Fluminense apenas aguarda os documentos para acertar a venda de Caio Paulista para o Palmeiras. O Verdão  vai pagar cerca de 3,8 milhões de euros (R$ 18,3 milhões) ao Tricolor Carioca, que deve ser anunciado nos próximos dias. O técnico Abel Ferreira entende que o atleta pode atuar na lateral e no ataque e enxerga sua polivalência como algo positivo.

O valor é R$ 1,5 milhão a mais do que o São Paulo pagaria pelo jogador. O Tricolor Paulista tinha a intenção de seguir com o atleta para 2024, mas não chegou a acordo com Fluminense e Eduardo Uram, seu empresário. Assim, o Verdão apareceu no cenário e encaminhou o acerto com o lateral.

Um dos principais entraves entre São Paulo e Fluminense era a forma de pagamento. O clube das Laranjeiras queria o que estava no contrato (à vista), enquanto o paulista procurava parcelar a compra. Por outro lado, o Palmeiras apareceu disposto a pagar a mais e de uma única vez só, o que agradou ao Tricolor Carioca.

Palmeiras diz que negociou com o Fluminense de ‘forma limpa’

O Verdão se interessou por Caio Paulista pela versatilidade tática. Ele pode atuar como lateral-esquerdo e ponta, abrindo a possibilidade de fazer dobras pela esquerda do campo. Aliás, o técnico Abel Ferreira fez algo parecido nesta última temporada. Afinal, em diversos jogos, o treinador montou o Palmeiras com Marcos Rocha e Mayke juntos, com este último atuando mais avançado.

Além disso, o Palmeiras disse que sempre foi honesto com o Tricolor, defendendo que estava interessado na contratação do lateral. Assim, a partir do momento no qual a negociação pareceu viável ao Alviverde e houve uma sinalização positiva do staff e do atleta, as tratativas avançaram.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas