Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Flamengo reencontra Dorival em meio a mais uma crise em 2023

Desde a saída de Dorival Júnior, diretoria do Flamengo não conseguiu obter sucessos com escolhas de treinadores

Jogada 10|

Jogada10
Jogada10 Jogada10

Uma das palavras que definem a temporada de 2023 do Flamengo é decepção. Campeão da Libertadores e da Copa do Brasil no ano passado, o Mais Querido animou a sua torcida na busca por grandes títulos. No entanto, resultados amargos e eliminações precoces deixaram os rubro-negros insatisfeitos. Para eles, a diretoria é uma das principais culpadas por isso, e um dos motivos é por não renovar o contrato de Dorival Júnior, técnico que levou o Rubro-Negro aos títulos em 2022, na virada do ano. Aliás, o Flamengo ficará diante do treinador no duelo contra o São Paulo no domingo (13), com a expectativa de um Maracanã lotado.

A eliminação para o Olimpia na Libertadores escancarou o cenário de crise que o Flamengo encara. Ainda no Paraguai, rubro-negros foram até a porta do hotel e cobraram a delegação rubro-negra. No entanto, a cobrança foi ainda maior no desembarque do time no Rio de Janeiro. Jogadores e dirigentes foram alvos de xingamentos. O lateral-direito Wesley, aliás, por muito pouco não foi atingido por uma garrada.

Dessa forma, espera-se que no domingo o time do Flamengo seja recepcionado com muita indignação dos torcedores. Aliás, nas redes sociais, rubro-negros planejam, além de palavras duras contra dirigentes, aplausos para o técnico Dorival Júnior, do São Paulo. Recentemente, ele garantiu que retornará ao Flamengo para finalizar trabalho.

Com Dorival Júnior, de junho até dezembro do ano passado, o Flamengo teve, em 43 jogos, 26 vitórias, oito empates e nove derrotas.

Publicidade

Tentativas sem sucesso após a saída de Dorival

A torcida do Flamengo até hoje não entendeu o motivo pela não permanência de Dorival Júnior no cargo de treinador. Mas, o que se sabe é que as escolhas da diretoria para substituí-lo não tiveram sucessos. O primeiro nome escolhido foi o de Vítor Pereira, que perder a final da Copa do Brasil de 2022 justamente para Dorival. Mas o trabalho do português durou apenas quatro meses. Com resultados ruins no Mundial de Clubes, na Supercopa do Brasil, na Recopa Sul-Americana e no Campeonato Carioca, Vítor Pereira deixou o Flamengo.

Posteriormente, o Flamengo contratou Jorge Sampaoli que, em sua chegada, foi bem avaliado pelos torcedores. No entanto, o treinador argentino ainda não engatou uma boa sequência no comando técnico do Rubro-Negro, apesar de ter seis derrotas em 30 jogos.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.