Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Fifa suspende Rubiales provisoriamente após beijo forçado em jogadora

Dirigente não deve tentar contatar Hermoso, nem de forma direta e nem por terceiros; medida se estende a qualquer outro profissional...

Jogada 10|

Jogada10
Jogada10 Jogada10

O Comitê Disciplinar da Fifa suspendeu provisoriamente Luis Rubiales, presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), pelo beijo forçado na atacante Jenni Hermoso em cerimônia de premiação da Copa do Mundo feminina. A Espanha faturou o título inédito, batendo a Inglaterra na decisão.

A punição faz com que o dirigente espanhol fique impedido de participar de atividades relacionadas ao futebol, tanto em âmbito nacional quanto internacional, pelo prazo de 90 dias.

+ LEIA: Federação Espenhola promete medida legal contra ‘mentira’ de jogadora

A entidade também anunciou medidas que visam a preservação da jogadora. Assim, Rubiales ou qualquer outro integrante da federação espanhola não devem tentar contatar Hermoso, nem de forma direta e nem por terceiros.

Publicidade

Em seguida, foi a vez da RFEF se pronunciar. Em nota oficial, informou que Pedro Rocha, vice-presidente, assumirá interinamente. Na última sexta-feira (25), Rubiales revoltou o mundo do futebol ao afirmar que não renunciaria ao cargo na federação, já que o beijo na boca da atacante teria sido consentido.

Prontamente, a jogadora desmentiu a informação em um comunicado divulgado pelo sindicato FutPro, bem como nas redes sociais.

Publicidade

“Declaro que em nenhum momento ocorreu a conversa a que ele se referiu e que muito menos o beijo foi consentido. Assim, quero reiterar que o que aconteceu não foi do meu agrado. A situação me provocou um choque pelo contexto da celebração, e com o passar do tempo e ter as primeiras sensações, sinto a necessidade de denunciar isso, já que considero que nenhuma pessoa deve ser vítima deste tipo de comportamento não consentido”, disse ela, nas redes.

“Eu me senti vulnerável e vítima de uma agressão, um ato impulsivo, machista, fora de lugar e sem nenhum tipo de consentimento da minha parte. “Em nenhum caso pode ser minha responsabilidade assumir as consequências de transmitir algo que não acredito, razão por ter negado as pressões recebidas”, concluiu.

Publicidade

As jogadoras espanholas anunciaram que não irão atuar pela seleção da espanha “se continuarem os atuais dirigentes”.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.