Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Fernando Diniz, do Fluminense, se desculpa por ‘tom agressivo’ em coletiva

Técnico tricolor falou à imprensa nesta quinta-feira (21), no CT Carlos Castilho

Jogada 10|

Foto: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE F.C.
Foto: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE F.C. Foto: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE F.C. (Jogada 10)

O técnico do Fluminense, Fernando Diniz, concedeu entrevista coletiva, na tarde desta quinta-feira (21), no CT Carlos Castilho. O próprio comandante revelou, logo no início da janela, que um dos motivos para dar entrevista fora exatamente seu ‘tom agressivo’ na coletiva após a eliminação para o Flamengo, no último sábado (16).

“Obviamente tem a ver com a entrevista que dei no último clássico contra o Flamengo. Quero pedir desculpas pelo tom agressivo com que me dirigi em alguns momentos, e também pela generalização que fiz à imprensa. Dei uma generalizada, coisa que não gosto. Tenho uma relação (com a imprensa) que considero muito positiva, até especial”, disse Diniz.

LEIA MAIS: Confira o calendário dos jogadores do Fluminense nesta Data Fifa

O treinador elogiou alguns profissionais da imprensa, mostrando arrependimento por ter ‘generalizado’ no último sábado. Ele reiterou, porém, que, em alguns casos, alguns se aproveitam de momentos ruins para criarem coisas ‘desnecessárias’, segundo ele.

Publicidade

“Desde 2019, quando trabalhei aqui pela primeira vez, e depois na minha volta em 2022. Há muitos aqui que são muito sérios, muito bons. Alguns tricolores, outros não, mas que cobrem o Fluminense e o futebol com muita seriedade. E blogueiros também. Muita gente séria, mas muita gente que se aproveita do momento ruim para criar coisas que acho desnecessárias para o Fluminense e o ambiente do futebol como um todo”, pontuou.

Agradecimento à torcida do Fluminense

Posteriormente, Diniz elogiou o torcedor do Fluminense. Ele revelou que segue trabalhando para poder fazer o que mais gosta: correr na direção da torcida para comemorar títulos.

Publicidade

“O maior patrimônio do clube é a torcida. Tenho um carinho enorme pela maneira que eles sempre abraçam a mim e ao meu trabalho. Tenho muito a agradecer à torcida do Fluminense e (quero) deixá-los tranquilos que a gente está trabalhando constantemente para entregar vitórias e alegrias. Porque uma das coisas que eu mais gosto é ganhar campeonatos e correr na direção dos torcedores”, enfatizou.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.