Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Felipe Melo se declara ao Fluminense e lembra título da Libertadores

Ao canal oficial do clube no YouTube, capitão tricolor revela felicidade por "vingar" Flu pela conquista após o vice em 2008

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Lucas Merçon/FLUMINENSE FC

Em seu segundo ano no Fluminense, Felipe Melo já tem quatro títulos na conta pelo clube. E, nesta terça-feira (28), o próprio Flu divulgou entrevista exclusiva com o zagueiro de 40 anos, que declara seu amor ao tricolor.

Primeiro, ele revelou que seu primeiro jogo como torcedor, ainda criança, foi uma partida do Flu nas Laranjeiras.

“Eu volto aonde tudo começou. Comecei no Maracanã, sempre foi a minha casa. Cresci no Rio de Janeiro como atleta. Então eu voltar para o Rio de Janeiro, para o clube onde eu tive a honra de colocar a primeira camisa como torcedor, que foi o Fluminense. Novinho ainda. Clube onde tive a oportunidade de assistir o primeiro jogo de profissional com meu pai. Contra o Goytacaz nas Laranjeiras”.

LEIA MAIS: Atual campeão, Fluminense já faturou alto nesta Libertadores; entenda

Publicidade

A Glória Eterna

Depois, Felipe Melo lembrou do trauma gerado nos torcedores após a dura derrota em casa para a LDU na final da Libertadores de 2008. Ele comemorou, então, o fato de poder ter dado tal glória ao clube.

Publicidade

“Então voltar entendendo o que eu vivi, eu vi o sofrimento principalmente do meu pai quando o Fluminense perdeu para a LDU em casa, aquela final (Libertadores de 2008) no Maracanã. Então voltar e ser campeão da Libertadores no Maracanã com toda a minha família presente e dar o primeiro título de Libertadores para um clube tão grandioso e tão amado como é o Fluminense, não tem comparação”, disse, antes de prosseguir.

“Esse amor pelo Fluminense é um amor diferente dos outros, porque é um amor que está vindo não só do pai, que é o Felipe, mas a esposa, os filhos. Tenho dois filhos que jogam no Fluminense. Então mais do que trabalhar no Fluminense hoje, eu respiro o Fluminense. Quando estamos em casa, estamos conversando sobre o Fluminense. É o amor que está passando de pai para filho, esposa. E não tenho dúvida de quando chegar nos netos, também serão amantes do Fluminense”.

Publicidade

Confira o papo completo no canal do Flu no YouTube

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.