Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Federação de Camarões suspende 53 jogadores por fraude com documentos

Ao todo, a federação local vetou 62 atletas por problemas com a documentação. Ex-jogador, Samuel Eto'o também é alvo de investigação...

Jogada 10|

Foto: Divulgação/Fecafoot
Foto: Divulgação/Fecafoot Foto: Divulgação/Fecafoot (Jogada 10)

A Federação de Camarões revelou um escândalo no futebol do país nesta segunda (11). Isso porque a entidade divulgou uma lista com jogadores com condições de atuar na fase mata-mata do campeonato local. O problema é que uma situação negativa foi destaque. Especialmente porque 62 atletas foram suspensos por problemas com documentação.

Em 53 ocorrências, a entidade identificou que os jogadores tiveram a identidade falsificada. O caso mais representativo é do meio-campista Wilfried Nathan Douala, que esteve na convocação da seleção local para a última edição da Copa Africana de Nações. Seus registros indicavam que o jogador tinha 17 anos, mas na verdade tem 31.

Douala não chegou a entrar em campo pela seleção de Camarões na Copa Africana. Já no principal torneio do seu país, não poderá defender a sua equipe, o Victoria United, nos play-offs. Os outros nove casos de suspensão se caracterizam por problemas de inscrição dentro do prazo previamente estabelecido.

O Campeonato Camaronês é composto por 19 times e 15 deles registraram ocorrências de atletas suspensos por adulteração de idade. O Yosa FC, que ficou na terceira colocação do Grupo B, conta com 13 jogadores impedidos de atuar por falsificação.

Publicidade

Ex-atacante de Camarões também é alvo de investigação

Importante destacar que o presidente da federação é o icônico ex-atacante Samuel Eto’o. A propósito, ele também é alvo de investigações no país. Afinal, ele sofre acusações por envolvimento em crimes como manipulação de resultados. Além de abuso de poder, ameaças físicas, incitação à violência, bem como propagação de notícias falsas.

Não é a primeira vez que há uma ligação entre Samuel Eto’o e polêmicas desde que assumiu o cargo. Anteriormente, ele e o ex-técnico Rigobert Song envolveram-se em problema com o goleiro Onana durante a última edição da Copa do Mundo, em 2022. O arqueiro chegou a ser cortado com justificativa de indisciplina. Posteriormente, ele aceitou retornar à seleção depois até de declarar que se aposentaria.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.