Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Família de Maradona tenta evitar leilão de emblemático prêmio do craque

Bola de Ouro da Copa de Mundo de 1986 entregue ao craque desapareceu por três décadas. Peça deve ser leiloada em junho por quantia...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

FBL-AWARD-MARADONA Foto: Pascal George/AFP via Getty Images (PASCAL GEORGE/AFP via Getty Images)

Os familiares de Maradona tentam evitar a venda de um emblemático prêmio individual que o ex-jogador ganhou. Através de um processo buscam impedir o leilão do troféu, que o craque recebeu em 1986. O advogado da família, Gilles Moreu, foi o responsável por passar a informação ao jornal “Associated Press”. O evento que visa leiloar o título individual do ex-atleta argentino está marcado para ocorrer na França, no dia 6 de junho.

O prêmio diz respeito à Bola de Ouro da edição de 1986 da Copa do Mundo, que é entregue ao melhor jogador do torneio. A propósito, os herdeiros de Maradona alegam que o título não pode ser vendido. Na verdade, deveria retornar à posse da família. Afinal, eles argumentam que houve um roubo do troféu, que ocasionou o desaparecimento por três décadas.

A casa Aguttes, especializada no ramo se manifestou e informa que o colecionador que encontrou o objeto não tinha conhecimento do roubo. Caso haja uma manutenção do evento, ainda não há uma previsão de valor inicial para lances. Até porque este é primeiro troféu de tal categoria a ser leiloado na história. Contudo, a expectativa é a de que atinja cifras recordes.

Publicidade

A única expectativa é de arrecadar uma quantia superior a camisa que o craque usou no Mundial de 1986. Em 2022, a venda da peça envolveu cerca de 9,3 milhões de dólares (o equivalente a R$ 47 milhões na cotação da época).

Maradona brilha na Copa do Mundo de 1986

Publicidade

Maradona foi o protagonista da Copa do Mundo de 1986. Isso porque, seus cinco gols e atuações individuais levaram a Argentina ao segundo título mundial. O duelo mais marcante foi com a Inglaterra pelas quartas de final do torneio. A partida continha uma rivalidade política entre os países pela guerra das Ilhas Malvinas.

Na ocasião, a seleção albiceleste venceu com dois gols do craque. O primeiro polêmico, pois marcou com a mão e ficou conhecido como “A Mão de Deus”. Posteriormente, o segundo ocorreu após ele driblar alguns adversários e depois eleito o “Gol do Século”.

Publicidade

Aquela temporada dele foi tão impressionante que Maradona ainda venceu os prêmios de melhor jogador do mundo da Fifa e a Bola de Ouro, que era entregue pela revista France Football.

História inusitada com o prêmio

Após a premiação, o craque argentino guardou o troféu no Banco dela Província, na cidade de Nápoles. Entretanto, a entidade financeira sofreu um assalto em 1989 e além do dinheiro, uma das peças roubadas foi a Bola de Ouro de Maradona. Depois de cerca de 30 anos, o prêmio foi encontrado em uma sala de leilões. Em seguida, a casa Aguttes teve acesso à peça, investigou sua procedência e confirmou sua legitimidade.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook .

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.