Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Fábio Matias iguala Caçapa e mantém os pés no chão

Interino do Botafogo lembra que projeto para tornar-se, de fato, um treinador é de médio a longo prazo

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Vitor Silva/Botafogo
Foto: Vitor Silva/Botafogo Foto: Vitor Silva/Botafogo (Jogada 10)

Quatro jogos, quatro vitórias. Assim, o auxiliar permanente Fábio Matias manteve o mesmo aproveitamento de Cláudio Caçapa no Botafogo. O ex-zagueiro, aliás, comandou o Glorioso em 2023 antes de entregar a equipe aos cuidados de Bruno Lage e deixou saudade na torcida alvinegra. Atual interino, Matias mantém os pés no chão. Ele sabe que seu trabalho é de transição e não se ilude. No entanto, sabe que, com os resultados, pode, enfim, se cacifar por um trabalho longevo no banco de reservas.

“A médio, longo prazo, a ideia é essa (ser treinador efetivo). O (André) Mazzuco e o Alessandro (Brito) sabem disso. Mas com pés no chão. Não é de hoje. Eu sou novo, sou jovem, tenho que viver muita coisa. Construir a carreira de forma sólida. É o que a gente está fazendo”, declarou, após a vitória do Botafogo sobre o Bragantino por 2 a 1, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa Libertadores.

Matias vence o peixe e reforça ‘processo de transição’

Aos curiosos e apreciadores, Matias deixou, então, o seu currículo. Ex-Bragantino, o profissional teve passagens nas categorias de base do Flamengo, Grêmio e Internacional. Nas inferiores, conquistou títulos importantes, como a Copa São Paulo e o Campeonato Brasileiro Sub-20.

“Acabei construindo a carreira na base, formação, sempre como treinador. Tive oportunidade de apagar incêndios em outros clubes profissionais, no sub-20. Quando tem essa opção de vir para cá, ele é um processo de transição mesmo da base para o profissional. Uma das grandes dificuldades que a gente tem hoje dentro do processo de construção do treinador é essa ruptura. Sair da base e entrar no profissional”, reportou.

Publicidade

Apesar dos 100% do interino, o Botafogo, que busca um treinador no mercado, não cogita promovê-lo. O clube entende que, ao avançar etapas, pode “queimar” o seu funcionário. No entanto, como pertence ao clube, Matias estará à disposição quando a equipe precisar.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.