Jogada 10 Ex-mulher de Daniel Alves relata ameaças de brasileiro nas redes sociais

Ex-mulher de Daniel Alves relata ameaças de brasileiro nas redes sociais

Joana Sanz disse ainda que o homem que fez as ameaças tem acusações no Brasil por posse de arma e violência doméstica

Jogada 10
Divorciada, Joana Sanz recebe ameaças nas redes

Divorciada, Joana Sanz recebe ameaças nas redes

Reprodução Instagram @danialves

A ex-esposa do lateral-direito Daniel Alves revelou ameaças de um brasileiro nas redes sociais. Segundo Joana Sanz, o homem manda mensagem pelas redes sociais há meses com várias ameaças.

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp
· Compartilhe esta notícia no Telegram

“Fala com sua amiga Joana Sanz para ela curtir muito, porque já já ela vai sumir, e ninguém vai achar ela mais. Estamos de olho nos passos dela”, disse o homem a uma amiga de Joana.

Pelo Instagram, Joana relatou as ameaças e disse que teme por sua vida e segurança. Ela buscou informações sobre o homem e descobriu que ele tem "acusações no Brasil por posse de arma e violência doméstica".

Joana divulgou print das ameaças que tem recebido

Joana divulgou print das ameaças que tem recebido

Reprodução Instagram @joanasanz

“Sinto medo. Essa pessoa vem me ameaçando há meses. Eu o bloqueei, mas continua mandando mensagens aos meus amigos… Eu o investiguei, e ele tem acusações no Brasil por posse de armas, violência doméstica e outros crimes… Para começar, não entendo por que tenho de receber ameaças ou insultos, ou por que teria feito algo a alguém. Além do que recebo, tenho que lidar com isso também. Essa pessoa vai longe, já que naquela foto estou jantando em Tenerife. Temo pela minha segurança. Basta”, finalizou.

Daniel está preso desde o dia 20 de janeiro de maneira preventiva, acusado de crime sexual. O atleta teve negados todos os pedidos de liberdade. O Ministério Público espanhol manteve a prisão preventiva diante do risco de fuga.

Daniel já mudou de versão em algumas oportunidades. O jogador disse que não teve relação sexual nem conhecia a mulher. Depois, mudou a versão e explicou que a primeira mentira foi para manter o casamento. Por fim, Alves reconheceu ter feito sexo com a vítima, todavia, de maneira consensual.

O julgamento de Daniel Alves, afinal, está marcado inicialmente para setembro, e ele pode ser condenado de quatro a 15 anos de prisão. Além disso, em caso de condenação, terá que pagar 150 mil euros para cobrir danos e prejuízos.

Da prisão ao anúncio de divórcio: relembre a novela entre Joana Sanz e Daniel Alves

Últimas