Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Eurocopa 2024: conheça as seleções do Grupo F

Portugal é a favorita. Geórgia estreia na competição. Turquia e República Tcheca prometem acirrar disputa por vaga nas oitavas

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Arte Jogada10

O Grupo F conta com dois campeões europeus que carregam o favoritismo para chegar às oitavas de final. Na despedida de Cristiano Ronaldo da Eurocopa, Portugal é cotada entre as favoritas para conquistar o título da E 2024. Já a República Tcheca, que não é competitiva desde o fim da Tchecoslováquia, aparece como a segunda força do grupo, enquanto a estreante Geórgia e a Turquia correm por fora na disputa por uma vaga nas oitavas de final. Veja abaixo as principais informações sobre o Grupo F:

Grupo F

18/6 – Turquia x Georgia – 13h
18/6- Portugal x República Tcheca -16h
22/6 – Georgia x república Tcheca – 10h
22/6 – Turquia x Portugal – 13h
26/6 – República Tcheca x Turquia – 16h
26/6 – Geórgia x Portugal – 16h

Veja a tabela da Eurocopa 2024!

Publicidade

Turquia

Após liderar o Grupo D nas Eliminatórias, a Turquia garantiu a vaga na Eurocopa de 2024. A seleção turca disputa a competição pela sexta vez na história, sendo a terceira edição consecutiva. Em 2016 e 2020, caiu na fase de grupos. Em 2024, a vaga no mata-mata não parece ser um sonho impossível. A última vez que os turcos disputaram a fase decisiva do torneio continental foi em 2008, quando ficaram em quarto lugar. O desempenho na Euro é um contraste com a Copa do Mundo, já que não a disputam desde 2002 quando ficaram em terceiro lugar no Mundial da Coreia do Sul e Japão. O principal nome da equipe é o meia Hakan Çalhanoglu, da Inter de Milão. O jovem Arda Guler, do Real Madrid, também merece atenção.

Publicidade

Convocados

Goleiros: Mert Gunok (Beşiktaş), Ugurcan Cakır (Trabzonspor) e Altay Bayindir (Manchester United)
Defensores: Zeki Celik (Roma), Merih Demiral (Al-Ahli), Samet Akaydin (Panathinaikos), Ahmetcan Kaplan (Ajax), Abdulkerim Bardakci (Galatasaray), Mert Muldur (Fenerbahçe), Ferdi Kadioglu (Fenerbahçe) e Kaan Ayhan (Galatasaray)
Apoiadores: Hakan Calhanoglu (Inter Milan), Okay Yokuslu (West Bromwich Albion), Orkun Kokcu (Benfica), Arda Guler (Real Madrid), Salih Ozcan (Borussia Dortmund) e Ismail Yuksek (Fenerbahçe)
Atacantes: Kerem Akturkoglu (Galatasaray), Cenk Tosun (Beşiktaş), Yusuf Yazici (Lille), Irfan Kahveci (Fenerbahçe), Kenan Yildiz (Juventus), Baris Alper Yilmaz (Galatasaray), Yunus Akgun (Leicester City), Semih Kilicsoy (Beşiktaş) e Bertug Yildirim (Rennes)

Publicidade

Geórgia

A Geórgia vai estrear na Eurocopa em 2024. Após vencer a Grécia na repescagem, nos pênaltis, a seleção georgiana conquistou a classificação inédita para a competição. O país, que se tornou independente em meados da década de 90 após o fim da União Soviética, começou a colher os frutos do desenvolvimento econômico nos últimos anos. O principal destaque da equipe é o atacante Khvicha Kvaratskhelia, do Napoli, da Itália. O elenco ainda conta com outros nomes que atuam no futebol inglês, alemão, espanhol, italiano e francês.

Convocados

Goleiros: Giorgi Loria (Dinamo Tbilisi), Giorgi Mamardashvili (Valencia) e Luka Gugeshashvili (Qarabag)
Defensores: Guram Kashia (Slovan Bratislava), Otar Kakabadze (Cracovia), Solomon Kvirkvelia (Al-Okhdood), Lasha Dvali (APOEL), Jemal Tabidze (Panetolikos), Luka Lochoshvili (Cremonese), Giorgi Gocholeishvili (Shakhtar Donetsk) e Giorgi Gvelesiani (Persepolis)
Apoiadores: Gabriel Sigua (Basel), Nika Kvekverskiri (Lech Poznan), Otar Kiteishvili (Sturm Graz), Saba Lobzhanidze (Atlanta United), Zuriko Davitashvili (Bordeaux), Giorgi Chakvetadze (Watford), Levan Shengelia (Panetlikos), Giorgi Tsitaishvili (Dinamo Batumi), Anzor Mekvabishvili (Universitatea Craiova), Giorgi Kochorashvili (Levante) e Sandro Altunashvili (Wolfsberger AC)
Atacantes: Giorgi Kvilitaia (APOEL), Khvicha Kvaratskhelia (Napoli), Budu Zivzivadze (Karlsruher SC) e Georges Mikautadze (Metz)

Portugal

Uma das candidatas ao título, Portugal busca o bicampeonato europeu para consagrar uma geração liderada por Cristiano Ronaldo. Será a nona participação da seleção portuguesa na competição, sendo a sexta com a presença do camisa 7. Nas Eliminatórias, liderou o Grupo J. Desde a saída de Fernando Santos após a eliminação na Copa do Mundo de 2022, a equipe portuguesa encontrou uma solidez sobre o comando de Roberto Martínez, que fez um trabalho de destaque na Bélgica. O novo treinador manteve 21 jogadores que disputaram o Mundial no Catar, sendo que três nomes são remanescentes da conquista da Euro de 2016: o goleiro Rui Patrício, o zagueiro Pepe e o atacante Cristiano Ronaldo. A seleção portuguesa acredita que o caminho do sucesso pode ser a mescla da experiência dos veteranos com o amadurecimento de jogadores como Bruno Fernandes e Bernardo Silva, além da juventude de nomes como Antonio Silva, Rafael Leão e João Félix.

Convocados

Goleiros: Rui Patricio (Roma), Jose Sa (Wolves) e Diogo Costa (Porto)
Defensores: Nelson Semedo (Wolves), Antonio Silva (Benfica), Danilo Pereira (PSG), Joao Cancelo (Barcelona), Ruben Dias (Manchester City), Pepe (Porto), Goncalo Inacio (Sporting Lisbon), Diogo Dalot (Manchester United) e Nuno Mendes (PSG)
Apoiadores: Joao Palhinha (Fulham), Bruno Fernandes (Manchester United), Ruben Neves (Al Hilal), Vitinha (PSG), Joao Neves (Benfica), Matheus Nunes (Manchester City) e Bernardo Silva (Manchester City
Atacantes: Goncalo Ramos (PSG), Joao Felix (Barcelona), Rafael Leao (AC Milan), Francisco Conceicao (Porto), Cristiano Ronaldo (Al Nassr), Diogo Jota (Liverpool) e Pedro Neto (Wolves)

República Tcheca

Desde o fim da Tchecoslováquia, a República Tcheca perdeu competitividade. A seleção tcheca não disputa a Copa do Mundo desde 2006, quando caiu na fase de grupos, e oscilou na Eurocopa. Desde a mudança geopolítica, os tchecos disputaram sete vezes a Eurocopa, com campanhas boas como o vice-campeonato de 1996 e o terceiro lugar em 2004, e ruins como as eliminações na fase de grupos de 2000, 20008 e 2016. Na última participação, em 2020, caiu nas quartas de final. No caminho para a Euro de 2024, se classificou com o segundo lugar do Grupo E das Eliminatórias. Campeã em 1976 como Tchecoslováquia, será a 11ª participação do país no torneio continental. O principal destaque da equipe é o atacante Patrik Schick, do Bayer Leverkusen, da Alemanha.

Convocados

Goleiros: Jindrich Stanek (Slavia Prague), Vitezslav Jaros (Sturm Graz) e Matej Kovar (Bayer Leverkusen)
Defensores: Vladimir Coufal (West Ham United), Tomas Holes (Slavia Prague), David Zima (Slavia Prague), Ladislav Krejci (Sparta Prague), David Jurasek (Hoffenheim), Robin Hranac (Viktoria Plzen), Tomas Vlcek (Slavia Prague) e Martin Vitík (Sparta Prague)
Apoiadores: Tomas Soucek (West Ham), Antonin Barak (Fiorentina), David Doudera (Slavia Prague), Lukas Provod (Slavia Prague), Vaclav Cerny (VfL Wolfsburg), Ondrej Lingr (Feyenoord), Marej Jurasek (Slavia Prague), Pavel Sulc (Viktoria Plzen) e Lukas Cerv (Viktoria Plzen)
Atacantes: Patrik Schick (Bayer Leverkusen), Adam Hlozek (Bayer Leverkusen), Jan Kuchta (Sparta Prague), Mojmir Chytil (Slavia Prague) e Tomas Chory (Viktoria Plzen)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.