Jogada 10 Espionagem no Corinthians: Polícia abre inquérito para investigar

Espionagem no Corinthians: Polícia abre inquérito para investigar

Nova diretoria do Corinthians encontrou equipamentos de gravação e fizeram denúncia; depoimentos devem acontecer na próxima semana

Jogada 10
Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Jogada 10

A Polícia Civil do Estado de São Paulo abriu um inquérito para investigar a denúncia, por parte da diretoria do Corinthians, de uma tentativa de espionagem interna no clube. Nos primeiros dias do ano, um serviço contratado pelos novos dirigentes, encontrou escutas e câmeras escondidas na sala da presidência e também no CT da base do Timão.

Como parte da investigação, a Polícia encaminhou os equipamentos de gravação ao Instituto de Criminalística. A intenção é saber se eles estavam funcionando e se registraram áudios ou vídeos. A tendência é que dirigentes da nova e antiga gestão do Corinthians sejam chamados a depor nas próximas semanas.

De acordo com uma nota oficial emitida pelo Corinthians, a varredura encontrou três sensores: um com uma câmera oculta, na recepção do andar da presidência, outro acima da porta de acesso ao gabinete e um terceiro dentro da sala, acima da poltrona do presidente. Além disso, encontrou-se um quarto sensor em uma das salas de reunião do centro de treinamento da base, mas conectado a um gravador.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas