Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Espanha supera Inglaterra e é a campeã da Copa feminina

Belo gol de Carmona no primeiro tempo define o 1 a 0 que garante o título inédito para as espanholas, que ainda perdem um pênalti

Jogada 10|

Jogada10
Jogada10 Jogada10

A Espanha é a campeã da Copa do Mundo Feminina-2023. Na manhã deste domingo (20/8), no Estádio Olímpico de Sydney, na Austrália, a seleção fez inteligente jogo tático para vencer a Inglaterra por 1 a 0, gol de Carmona no primeiro tempo. E as espanholas ainda perderam um pênalti, com Hermoso.

Dessa forma, a Espanha se tornou a quinta campeã de Copa feminina. Assim, se junta a um grupo que conta com EUA (campeãs em 1991, 1999, 2015 e 2019), Alemanha (2003 e 2007), Noruega (1995) e Japão (2011).

Espanha abre vantagem no primeiro tenpo

A Espanha começou com Paralluelo no ataque titular e forçou o erro da Inglaterra. Isso deu certo aos 27 minutos. Após recuperar o meio de campo, o time avançou pela esquerda e Caldentey cruzou para o chute cruzado da lateral Carmona, sem chance para Mary Earps. A Inglaterra seguiu tentando entrar na área, mas as espanholas, com maior posse (65%) e finalizações (5 a 3), mereceu a vantagem parcial que levou para o intervalo.

Inglaterra ao ataque, mas falhando na defesa

A Inglaterra voltou com uma formação mais ofensiva, com Kelly (autora do gol do título da Euro) e Lauren James, que era titular até ser expulsa contra a Dinamarca e ter de cumprir suspensão nas quartas e semifinal). Entretanto, foi a Espanha que quase ampliou, aos cinco, em chute de Caldentey para grande defesa de Earps, após mais um erro de saída de bola das inglesas. Além disso, Bonmati chutou uma raspando e, aos 21, após a juíza Tori Penso confirmar um braço na bola de Keira Walsh na área, a Espanha teve um pênalti. Contudo, Hermoso cobrou mal e Earps defendeu.

Publicidade

Este lance acordou a Inglaterra, que só não empatou com Lauren James graças a uma grande defesa de Cata Coll. A Espanha soube fechar os espaços. Mas, depois dos 35 minutos, truncou o jogo. Dessa forma, aproveitou o nervosismo inglês e perdeu pelo menos três chances para ampliar. Assim, ficou esperando o tempo passar. Enfim, chegou ao título mundial feminino.

A campanha campeã

A Espanha sagrou-se campeã da Copa Feminina, que teve Austrália e Nova Zelândia como sedes, com cinco vitórias e uma derrota:

Publicidade

3×0 Costa Rica

5×0 Zâmbia

Publicidade

0x4 Japão

5×1 Suíça

2×1 Holanda

2×1 Suécia

1×0 Inglaterra

ESPANHA 1X0 INGLATERRA

Copa Feminina-2023 – Final

Data: 19/8/2023

Local: Estádio Olympico, Sydney (AUS)

Público: 75.764

ESPANHA: Cata Coll; Batlle, Paredes, Codina (Andrés, 27’/2ºT) e Carmona; Bonmati, Abelleira e Hermoso; Redondo (Hernández, aos 15′ do 2ºT), Caldentey (Putellas, 45/2ºT) e Paralluelo. Técnico: Jorge Vilda

INGLATERRA: Mary Earps; Jessica Carter, Bright e Greenwood; Lucy Bronze, Stanway, Keira Walsh, Daly (Kelly, Intervalo) e Toone (England, 43’/2ºT); Alessia Russo (Lauren James, Intervalo) e Lauren Hemp. Técnica: Sarina Wiegman

Gols: Carmona, 29′ 1ºT (1-0)

Árbitro: Tori Penso (USA)

Auxiliares: Brooke Mayo e Kathryn Nesbitt (USA)

VAR: Tatiana Guzman (NCA)

Cartões amarelos: Paralluelo (ESP); Lauren Hemp (ING)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.