Jogada 10 Entenda como será o Mundial de Clubes da Fifa, a partir de 2025

Entenda como será o Mundial de Clubes da Fifa, a partir de 2025

A definição que faltava era sobre os representantes da Europa. A Entidade confirmou que usará o (confuso) coeficiente da Fifa

Jogada 10
Foto: Reprodução/Instagram @gianni_infantino

Foto: Reprodução/Instagram @gianni_infantino

Jogada 10

Além da definição do novo (e confuso) formato da Copa Intercontinental, a nova competição anual que substituirá a atual Copa do Mundo de Clubes, a Fifa também estabeleceu as bases e as regras da novo Mundial, que ocorrerá a cada quatro anos a partir de 2025.  O Conselho da entidade bateu o martelo neste domingo (17/12), numa reunião em Jeddah, onde se realiza o Mundial-2023.

Como já se sabia, o novo Mundial terá 32 equipes e terá uma fórmula parecida com a da Copa do Mundo de Seleções. Serão oito grupos com  quatro times cada. Assim, os dois melhores de cada grupo avançam às oitavas e, daí, mata-matas até a final. O mais importante tem a ver com os classificados europeus. Afinal, a Fifa definiu que usará o coeficiente da Uefa para definir quais as equipes não campãs da Champions que estarão no torneio. Assim, Bayern-ALE, PSG-FRA, Inter de Milão-ITA, Porto-POR e Benfica-POR já estção dentro e restarão três vagas, sendo que Atlético de Madrid ou Barcelona, um deles, estará fora (leia mais abaixo no topico sobre a Europa).

Em relação aos 32 times, a definição é esta:

12 da Europa
6 da América do Sul
4 da Concacaf, 4 da África e 4 da Ásia
1 da Oceania
1 do país-sede (no caso de 2025, os Estados Unidos)

Dessas 32 times, 18 já são conhecidas.

Europeus no Mundial-2025

O continente tem uma peculiaridade. Além dos campeões da Champions League (Chelsea-ING, Real Madrid-ESP, Manchester City-ING e o vencedor da edição 2023/2024), há cinco equipes já garantidas pelo coeficiente: Bayern-ALE, PSG-FRA, Inter de Milão-ITA, Porto-POR e Benfica-POR.

Com isso, restam três vagas que a Uefa vai preencher através de coeficientes até o fim desta temporada de 2023/24. Porém, há um fator muito importante. Não pode haver mais do que duas equipes por país, exceto se o país tiver três campeões continentais. Isso fará com que Barcelona ou Atlético de Madrid (com potencial para estar entre as três equipes pelo coeficiente) tenha que ceder lugar.

No momento, pelo coeficiente  os não classificados mais bem colocados são: Dortmund (67 pontos),  Atlético de Madrid  (62), RB Leipzig (61), Barcelona (55), Juventus (52) e Napoli (41).  Como este coefieciente dá 2 pontos por vitória, 1 por empate e  a cada passagem de fase na cham,piosn mais um ponto, todos acima ainda podem somar mais 12 pontos e ficar com uma das vagas em aberto pelo coeficiente. E importante: quem for campeão da Champions se garante independetemente de pontos no coeficiente.

Sul-Americanos no Mundial-2025

América do Sul: Já conseguiram classificação os campeões da Libertadores de 2021 (Palmeiras), 2022 (Flamengo) e 2023 (Fluminense). Restam mais três vagas. Uma para o campeão da Libertadores de 2024; e duas pelo coeficiente. Diferentemente da Europa, não há limites de representantes por país.

Demais continentes

África: Al Ahly-EGI, campeão da Champions Africana de 2021 e 2023, e Wydad-MAR, campeão da Champions Africana em 2022, já estão na competição. Restam duas vagas. Uma será do campeão da Champions de 2024. E a outra pelo coeficiente da confederação africana.

Ásia: Estão classificados Al-Hilal-ARA, campeão da Champions Asiática de 2021; e Urawa Reds, campeão de 2022. Restam duas vagas para os campeões da Champions Asiática de 2023 e 2024.

Oceania: A vaga será do clube com melhor coeficiente entre os campeões da Champions da Oceania entre 2021 e 2024.

Concacaf: Monterrey-MEX, campeão da Concachampions de 2021, Seattle Sounders, campeão de 2022, e León, de 2023, estão dentro. A última vaga será do campeão da Concachampions de 2024.

País-sede (Estados Unidos): O time que tiver a melhor pontuação entre os campeões da MLS de 2021 a 2024 será o representante na competição.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas