Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Endrick volta a brilhar e Brasil vence México

Neste amistoso no Texas, atacante entra no segundo tempo e, aos 51 da etapa final, faz o gol da vitória por 3 a 2 sobre os mexicanos...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Reprodução SporTV

O Brasil, que iniciou com o seu time reserva, venceu o México na noite deste sábado (8/6), por 3 a 2, graças ao iluminado Endrick. O amistoso no Kyle Stadium, no Texas, foi o primeiro de dois que a Seleção fará antes da Copa América (o outro será dia 12, contra os EUA). Andreas Pereira e Martinelli fezram para o Brasil, mas os mexicanos buscaram o empate com Yan Couto,contra, e Guillermo Martínez, este aos 47 da etapa final. Contudo, aos 51, Endrick, que entrara aos 16 da etapa final, escorou cruzamento de Vini Jr (outro que entrou na reta final) para colocar 3 a 2 no placar.

Endrick, assim, chega ao seu terceiro gol em três jogos. Fez na vitória sobre a Inglaterra, no empate com a Espanha e contra os mexicanos. E Dorival Jr segue invicto: duas vitórias e um empate.

Golaço de Andreas

Logo aos 20 segundos, Andreas Pereira fez ótima jogada pela esquerda e cruzou para Martinelli, que chegou atrasado por milímetros. Era gol certo. Mas, com marcação alta e conseguindo espaços, veio o gol canarinho aos quatro minutos. Savinho fez excelente jogada individual pela direita e tocou para Andreas Pareira na entrada da área. O ex-Flamengo e atual fera do Fulham, com dois toques, deixou dois marcadores no chão e bateu sem chance para Julio González.

Publicidade

O Brasil seguiu muito bem nos primeiros 20 minutos, com Savinho conseguindo boas jogadas e Andreas quase um ponta de lança. Mas começou a errar passes nas saídas de bola (o México também passou a fazer marcação alta). Assim, ofereceu duas chances de gol para os rivais, errando passes. Mas o México não aproveitou. Aliás, Alisson teve trabalho em apenas um chute de fora da área, de Arteaga. O arqueiro defendeu bem.

Brasil amplia, mas México empata

Publicidade

O segundo tempo começou com cinco minutos insossos do Brasil. Mas no primeiro ataque que encaixou, aos oito, Militão deu passe longo para Yan Couto. O lateral fez grande jogada pela direita e cruzou para Martinelli ampliar. Só que o  Brasil começou a ter dificuldade de criar jogadas ofensivas, já que Savinho e Andreas cansaram a passaram a aparecer pouco.  Mas a entrada de Endrick, aos 16,  deu maior movimentação aos Canarinhos. Contudo, o Brasil seguia errando passes na defesa (Alisson muito inseguro com os pés). O México se animou e, aos 27, fez o seu gol, num cruzamento de Vega que Yan Couto tentou cortar e fez contra.

A entrada de Vini Jr fez o Brasil voltar a comandar as ações e teve pelo menos duas chances para ampliar (ambas com Endrick). Nos minutos finais, a Seleção foi apática e acabou punida. Num escanteio, a bola sobrou para Guillermo Martinez que entrara aos 44,  cabecear para defesa de Alisson, e pegar a sobra para deixar 2 a 2 no placar.

Publicidade

Endrick neles, que estrela!

Tudo indicava que o jogo terminaria empate. Mas, aos 51 minutos, Vini Jr pegou pela esquerda e cruzou na cabeça de Endrick e…. Brasil 3 a 2. Esse menino tem mesmo estrela!

Foi feio

De ruim, os gritos homofóbicos da torcida mexicana contra o goleiro Alisson. Isso fez o jogo parar aos 13 do segundo tempo para que esse vexame protagonizado pela torcida do México parasse. No fim também rolou invasão de campo de alguns torcedores durante o duelo, aos 40  da etapa final.

Próximo amistoso

Agora o Brasil volta a campo no dia 12, quando enfrenta os Estados Unidos em seu segundo amistoso pré-Copa América. Este jogo será em Orlando.

MÉXICO 2X3 BRASIL

Amistoso Internacional
Data: 8/6/2024
Local: Estádio Kyle Field Stadium, Texas (EUA)
MÉXICO: José Rangel; Reyes, Álvarez, Vásquez e Arteaga; Romo, Luis Chávez  (Vega, 16’/2ºT) e Carlos Rodríguez (Piñeda, 16’/2ºT; Antuña (Cortizo, 33’/2ºT) , Quinónez (Huerta, 44’/2ºT) e Santiago Giménez (Guillermo Martpinez, 44’/2ºT). Técnico: Jaime Lozano
BRASIL: Alisson; Yan Couto, Bremer, Éder Militão e Guilherme Arana; Ederson, Douglas Luiz (Bruno Guimarães, 28’/2ºT) e Andreas Pereira (Paquetá, 16/2ºT); Savinho (Vini Jr, 27’/2ºT) , Evanilson (Endrick, 16’/2ºT) e Gabriel Martinelli (Pepê, 16’/2ºT). Técnico: Dorival Júnior
Gols: Andreas Pereira, 4’/1ºT (0-1); Martinelli, 9’/2ºT (0-2); Yan Couto, contra, 27’/2ºT (1-2); Guillermo Martínez, 47/2ºT (2-2); Endrick, 51/2ºT (2-3)
Árbitro: 
Lukasz Szpala (EUA)
Assistentes: José da Silva (EUA) e Meghan Mullen (EUA)
VAR: Chris Penso (EUA)
Cartões Amarelos: Yan Couto, Militão, Endrick (BRA)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.