Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Empresário de Vitor Roque afirma que Xavi ‘não fala com o jogador’

André Cury critica atitudes do treinador e afirma que atacante só deixa o Barcelona caso seja vendido

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Sara Gordon/FC Barcelona

Em meio ao imbróglio sobre a permanência de Vitor Roque no Barcelona, o empresário do atacante não hesitou em criticar o técnico Xavi Hernández pela falta de oportunidades ao jovem brasileiro. Em entrevista concedida à ‘Rádio RAC 1’, André Cury revelou que o treinador nem sequer conversa com o brasileiro e afirmou que não consegue entender a situação.

“Nunca falou com o jogador. Eu tampouco entendo essa situação. É uma situação que não é boa para nenhuma partida. Creio que já houve várias partidas nas quais poderia dar esses minutos para que nós, hoje, não estaríamos falando desse tema”, disse o empresário.

Vitor Roque não recebeu muitas oportunidades nesta temporada e sequer saiu do banco de reservas nas últimas quatro partidas do Barcelona, nas derrotas para PSG, Real Madrid e Girona, e na vitória contra o Valencia. O último jogo do brasileiro foi no triunfo por 1 a 0 sobre o Cádiz, quando começou como titular, mas acabou sendo substituído aos 17 do segundo tempo.

“Creio que pode dar muito mais minutos a ele. Xavi deu minutos a Fermín, a Cubarsí, para Lamine (Yamal) e não deu para Vitor. Eu não sei explicar, porque ele é o treinador. Tampouco estamos em uma grande temporada. Levamos (o Barcelona) quase 30 gols em janeiro, oito do Girona (nos dois turnos), nove gols do Real Madrid. Seis gols em uma eliminatória de Champions, eu acho que isso também não ajuda”, comentou o empresário.

Publicidade

LEIA MAIS: Dorival Júnior convoca Seleção Brasileira para Copa América na sexta-feira (10)

Empresário descarta empréstimo de Vitor Roque

Publicidade

Dessa maneira, as faltas de oportunidades para Vitor Roque colocaram o brasileiro como alvo de especulações no futebol europeu. Mas, André Cury afirmou que o atacante só deixará o clube em caso de venda.

“Empréstimo não. Ou o jogador fica, sendo contratado para isso, para o clube dar minutos e ele possa demonstrar (seu futebol), ou se o clube decide que o jogador não pode ficar, sai vendido”, destacou.

Publicidade

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.