Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Empresa fará fiscalização de atos racistas durante Brasil x Espanha

FARE Network, rede que atua há mais de 20 anos no futebol europeu, será a responsável pela fiscalização

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Felipe David / Jogada10
Foto: Felipe David / Jogada10 Foto: Felipe David / Jogada10 (Jogada 10)

Uma equipe da FARE Network, rede de entidades que atua há mais de 20 anos no combate ao racismo na Europa, irá acompanhar a partida desta terça (26) entre Brasil e Espanha, no Santiago Bernabéu, visando fiscalizar possíveis atos racistas ao longo do amistoso.

Segundo a CBF, inspetores da organização poderão ser consultados antes, durante e depois do jogo. Eles podem avaliar e interpelar possíveis cantos, faixas ou símbolos discriminatórios.

Caso aconteçam, de fato, manifestações racistas, há um protocolo de três etapas a ser seguido pelos árbitros:

1) Interromper o jogo, seguido de um anúncio do estádio para que parem as ofensas; 2) suspender o jogo, enviando os jogadores aos vestiários, seguindo de um anúncio do estádio com a necessária explicação e pedido de que as ofensas cessem; 3) abandonar o jogo, seguido de um anúncio do estádio com a necessária explicação e pedido de saída do estádio. Após a partida, o incidente será relatado à FARE e reportado à Fifa.

Publicidade

Em reunião na última segunda (25) entre CBF e FARE , chegou-se à conclusão de que é ‘pouco provável’ que aconteçam comportamentos discriminatórios. Os principais motivos seriam o fato de ser esperado grande número de famílias no estádio, além do local do jogo: o Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid, onde atua o Vini Jr, principal alvo de ofensas racistas.

LEIA MAIS: Chilavert ataca Vini Jr: ‘Que não seja um ‘viad*’, o futebol é para os homens’

Publicidade

Após a reunião, a FARE Network enviou um documento com orientações à comissão técnica e aos jogadores, de forma a auxiliá-los na observação, identificação e reporte imediato dos atos racistas.

A FARE, abreviatura em inglês que significa “Futebol Contra o Racismo na Europa”, é uma rede de entidades que atua há mais de 20 anos no combate ao racismo no velho continente. A organização está presente em mais de 40 países, sendo responsável pelo monitoramento de casos de discriminação nas principais ligas europeias e nas competições da UEFA e da FIFA.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.